Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Jair Ventura tem aproveitamento de times da zona de rebaixamento no Brasileirão

Contando passagem pelo Santos e resultados no Corinthians, treinador venceu apenas cinco jogos de 19 disputados no Campeonato Brasileiro

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

14 Outubro 2018 | 05h01
Atualizado 14 Outubro 2018 | 21h24

O técnico Jair Ventura pode ser campeão da Copa do Brasil pelo Corinthians nesta quarta-feira, mas o desempenho da equipe alvinegra no Campeonato Brasileiro é ruim e os números do treinador, somando sua passagem pelo Santos, no Brasileirão, faz com que ele tenha um retrospecto parecido com equipes que estão na zona de rebaixamento. Em 19 jogos, o comandante corintiano somou apenas 35% dos pontos possíveis. 

No total, o treinador tem 19 jogos como treinador no Campeonato Brasileiro, sendo cinco vitórias, cinco empates e nove derrotas. Com tal aproveitamento, se Ventura tivesse tal desempenho em apenas uma equipe, estaria à frente apenas de Sport (31%) e Paraná (19,5%), os dois últimos colocados do Campeonato Brasileiro.

No Santos, Jair Ventura fez 13 jogos e deixou a equipe praiana na zona de rebaixamento, após conquistar apenas quatro vitórias, três empates e seis derrotas. Depois da saída do treinador, a equipe da Baixada Santista revolveu apostar na volta de Cuca e se reabilitou na competição. 

Já no Corinthians, Jair Ventura chegou para substituir Osmar Loss e também não tem conseguido bons resultados no Nacional. São seis jogos, sendo uma vitória, dois empates e três derrotas. Após a derrota para o Santos, o treinador minimizou a situação e demonstrou não estar preocupado com a possibilidade de rebaixamento. "Quando assumiu o Botafogo, peguei o time em 17º e deixei em 5º. Vamos pensar no jogo a jogo. O próximo é o Cruzeiro. Depois, pensamos nos outros, comentou. 

O elenco do Corinthians volta aos treinamentos na manhã deste domingo, no CT Joaquim Grava, onde dá sequência a preparação visando a decisão da Copa do Brasil. A equipe paulista perdeu o primeiro jogo da final por 1 a 0 e precisará vencer por dois gols de diferença para ser campeão ou por um gol e levar a decisão para os pênaltis. 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.