Arquivo Pessoal/Jair Ventura
Arquivo Pessoal/Jair Ventura

Jairzinho faz comentário machista sobre bandeirinha em jogo do Botafogo: 'Vai lavar uma roupa'

Ex-jogador perde a compostura com a marcação de Neuza Ines Back na partida contra o Vasco, pela Copa do Brasil, nesta quarta, e depois se desculpa

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

24 de setembro de 2020 | 07h41
Atualizado 24 de setembro de 2020 | 20h03

O ex-jogador Jairzinho fez um comentário machista na Botafogo TV, canal do clube carioca na internet, durante a transmissão do jogo contra o Vasco, na quarta-feira, em duelo válido pela Copa do Brasil. Jairzinho tem 75 anos e é um dos maiores ídolos do Botafogo e da seleção brasileira. Irritado com uma marcação da assistente Neuza Inês Back, o "Furacão da Copa de 70", como ficou conhecido o ex-jogador, disse que a bandeirinha deveria ir lavar roupa (veja o vídeo da transmissão). 

"Está dando mesmo (dor de cabeça), está dando mesmo, está dando mesmo. Vai lavar roupa, pô. Pelo amor de Deus. Essa Federação Carioca de Futebol, pelo amor de Deus. Pô, bota para lavar roupa, pô", disse o ex-jogador sobre a atuação da auxiliar. 

Além do comentário, Jairzinho criticou equivocadamente a Federação Carioca, já que o jogo era válido pela Copa do Brasil e o sorteio da arbitragem nesta competição é de responsabilidade da CBF. Neuza faz parte do quadro de assistentes da Federação Paulista de Futebol.  Diante da repercussão, o ex-jogador se desculpou. 

“Venho a público me desculpar com a árbitra Neuza Ines Back pelo comentário que fiz ontem na transmissão do jogo entre Vasco x Botafogo, na Botafogo TV. Foi um erro e que não irá se repetir. Falei tomado pelo calor do momento, o que não justifica tal ato. Arrependido, me retrato e reforço o respeito pelas mulheres”, publicou Jairzinho.

O clássico acabou empatado em 0 a 0. Como o Botafogo havia vencido o primeiro confronto por 1 a 0, conquistou a classificação para as oitavas de final. O sorteio dos jogos da próxima fase será realizado no dia 1º de outubro. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.