Jamaica supera México e jogará final da Copa Ouro com os Estados Unidos

Depois de derrotar o México no torneio pela primeira vez, seleção jamaicana vai em busca de título inédito

Estadão Conteúdo

24 de julho de 2017 | 09h18

Com um belo gol de Kemar Lawrence em cobrança de falta nos últimos minutos do segundo tempo, a seleção da Jamaica acabou com o sonho do México de conquistar o bicampeonato consecutivo da Copa Ouro ao derrotá-lo por 1 a 0, pelas semifinais, na noite de domingo, no Rose Bowl, em Pasadena.

A Jamaica, que superou o México pela primeira vez em sete encontros na Copa Ouro e apenas pela terceira na sua história, enfrentará os Estados Unidos na final da próxima quarta-feira, no Levi's Stadium, em Santa Clara, na Califórnia.

Lawrence cobrou uma falta com um chute colocado no ângulo direito da meta defendida por Jesús Corona aos 43 minutos do segundo tempo e isso bastou para os jamaicanos, que se classificaram pela segunda ocasião consecutiva à final desse torneio.

Há dois anos, os jamaicanos caíram por 2 a 1 na final do torneio de seleções da Concacaf para um México que era dirigido por Miguel Herrera e contava com jogadores como Javier Hernández, Carlos Vela, Andrés Guardado e Héctor Moreno.

Para esta edição, porém, o México usou um elenco alternativo que até vinha conseguindo bons resultados, mas apresentando futebol de pouca qualidade, após o técnico Juan Carlos Osorio levar os seus principais jogadores para a Copa das Confederações, na Rússia, no mês passado, tendo ficado em quarto lugar.

Na Copa Ouro, o México era dirigido do banco de reservas pelo auxiliar Pompilio Páez, pois o técnico Juan Carlos Osorio foi recentemente suspenso por seis jogos pela Fifa por seu comportamento em partida contra Portugal pela Copa das Confederações.

O duelo com a Jamaica foi o quinto da pena, sendo que o sexto será o jogo em que os mexicanos vão encarar o Panamá em setembro pelas Eliminatórias da Concacaf para a Copa do Mundo de 2018. E esse revés aumentará a pressão sobre Osorio, que havia recebido fortes críticas pelas derrotas do México para Alemanha e Portugal pela Copa das Confederações.

A Jamaica vai buscar o título inédito da Copa Ouro, um torneio costumeiramente dominado por México e Estados Unidos. Em 13 edições disputadas, os mexicanos venceram sete e os norte-americanos foram cinco vezes campeões. O duopólio só foi quebrado em 2010, quando Canadá faturou o seu título.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa OuroJamaica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.