Miguel Schincariol/AFP
Miguel Schincariol/AFP

James é desconvocado da Colômbia e está fora de Eliminatórias e Copa América

Meia do Everton não está no nível ideal após lesão, de acordo com comissão técnica; jogador rebate

Redação, Estadão Conteúdo

28 de maio de 2021 | 16h44

O técnico Reinaldo Rueda surpreendeu nesta sexta-feira ao desconvocar James Rodríguez da seleção da Colômbia. Segundo a comissão técnica, um dos principais jogadores do país, o meio-campista do Everton foi dispensado porque não está no nível ideal de jogo após sofrer mais de uma lesão na panturrilha direita. Com isso, ele está fora dos confrontos com Peru e Argentina pelas Eliminatórias e também não jogará a Copa América.

"Nos últimos dias, o meio-campista foi submetido a exames médicos, que determinaram que não se encontra no nível ideal de competição, portanto, não poderá ingressar no grupo convocado por Reinaldo Rueda para os compromissos mencionados e o campeonato sul-americano", diz comunicado divulgado nesta sexta pela Federação Colombiana de Futebol (FCF). 

"O treinador e sua equipe de colaboradores lamentam não poder contar com James Rodríguez nesta ocasião e esperam que em breve o meio-campista possa fazer parte de uma convocação, representando o nosso país com a altura e o profissionalismo que sempre fez", completou a nota.

Para o lugar do camisa 10, Rueda convocou Edwin Cardona, meia do Boca Juniors que será integrado à seleção na próxima semana. À exclusão de James soma-se a ausência de outro meio-campista, Juan Fernando Quintero, que não foi autorizado pelo Shenzhen a defender a Colômbia devido aos rígidos protocolos e padrões estabelecidos pela China como forma de conter a disseminação da covid-19 para poder sair e voltar ao país asiático.

James ficou surpreso com a decisão do treinador e desabafou por meio de um comunicado. Disse que foi surpreendido com a notícia de seu corte e assegurou que está recuperado e apto a defender a equipe nacional.

"Recebo com surpresa o comunicado da comissão técnica, afirmando que não contam comigo e desejando-me uma recuperação total, uma recuperação que já fiz e em que sacrifiquei muito", desabafou o meio-campista do Everton, em comunicado divulgado em suas redes sociais.

"Não receber a confiança da comissão técnica me causa uma dor enorme, já que sempre dei até a minha vida pela camisa da seleção da Colômbia", complementou. Ele afirmou que está em fase final de recuperação de lesão e que o tempo previsto para voltar sugere que provavelmente não poderia enfrentar o Peru, mas que estaria em condições de jogo para o duelo seguinte das Eliminatórias, contra a Argentina, em Barranquilla, e também poderia disputar a Copa América.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.