Reprodução
Reprodução

Estadão é premiado por reportagens do escândalo Fifa/CBF

Correspondente do jornal em Genebra, Jamil Chade vence categoria 'Furo Jornalístico' da Associação dos Cronistas de SP

O Estado de S. Paulo

24 de novembro de 2015 | 09h29

Na próxima terça-feira, dia 1º de dezembro, será realizado o jantar de confraternização do XXXII Troféu Aceesp (Associação dos Cronistas Esportivos do Estado de São Paulo). Lá, o correspontede do Estado em Genebra, Jamil Chade, receberá o prêmio de Melhor Furo Jornalístico por sua série de reportagens sobre o escândalo de corrupção na Fifa e na CBF, envolvendo o ex-presidente das duas entidades, Joseph Blatter e José Maria Marin.

No dia 16 de maio deste ano, 11 dias antes das prisões de cartolas da Fifa em um hotel de Zurique, onde a entidade realizava seu Congresso, Jamil deu a informação, em primeira mão, de que os contratos da CBF com parceiros e patrocinadores envolviam interesses que atingiam até mesmo a convocação da equipe nacional. Na reportagem, é possível observar os documentos oficiais assinados pelo ex-presidente Ricardo Teixeira.

Na Suíça, Jamil acompanhou e reportou em detalhes as movimentações do escândalo de corrupção da Fifa, que explodiu no dia 27 de maio, com a prisão de dirigentes e do ex-presidente da CBF José Maria Marin. O repórter acompanhou o caso desde a rotina de Marin dentro da cadeia até sua recente extradição para os Estados Unidos. A homenagem será entregue no dia 1º de dezembro, quando uma série de outras categorias de melhores da imprensa esportiva também serão premiadas.

Na Europa desde 2000, acumula histórias sobre a corrupção e a ilegalidade no futebol, o que deu base para seu novo livro 'Política, Propina e Futebol' (Editora Objetiva, R$ 25,50), que será lançado nesta terça-feira, em Porto Alegre. Na sexta-feira (27), é a vez de São Paulo receber o lançamento, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCBFFifacorrupçãoJamil Chade

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.