Reuters
Reuters

Janela fecha e Real Madrid não consegue contratar De Gea

Não houve tempo de fechar negócio e goleiro continua no United

Estadão Conteúdo

31 de agosto de 2015 | 19h56

O Real Madrid não conseguiu concluir a contratação pela qual batalhou durante semanas. Nesta segunda-feira, a janela de contratações do futebol espanhol se fechou antes que o clube madrilenho registrasse o suposto contrato de David de Gea na Liga de Futebol Profissional (LFP), que organiza o Campeonato Espanhol.

Ao longo do dia, os principais veículos de comunicação da Espanha deram como certa a contratação do goleiro espanhol por parte do Real Madrid. O costa-riquenho Keylor Navas iria para o Manchester United, que ainda ficaria com cerca de 15 milhões de euros.

Mas, para que a contratação fosse finalizada, o Real Madrid precisava enviar a documentação para a sede da LFP até as 23h59 desta segunda-feira (18h59 pelo horário de Brasília). De acordo com os mais variados veículos de imprensa espanhóis, entretanto, isso não aconteceu. Um pedido de alteração no contrato de Navas, requisitado pelo goleiro costa-riquenho, teria atrasado o processo.

De Gea é natural de Madri e começou a carreira no Atlético, onde começou a treinar aos 10 anos. Ele foi vendido ao Manchester United em 2011, por 19 milhões de libras, e tem só mais um ano de contrato. Por isso, a venda agora seria interessante para os ingleses, que ainda ficariam com Navas.

O espanhol permanece em Old Trafford, pelo menos até segunda ordem. Afinal, ele sequer foi relacionado pelo técnico Louis van Gaal para as primeiras rodadas do Inglês, uma vez que estava com a cabeça na Espanha. A janela de transferências na Inglaterra fecha só na terça-feira.

Já o Real Madrid vai ter que se virar com o que tem. Nesta janela, liberou Casillas para o Porto e contratou Kiko Casilla junto ao Espanyol. Sem De Gea, só pode contar com Casilla e Navas, goleiros de pouca expressão para um elenco tão estelar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.