Japão abre mão de sediar Mundial de Clubes em 2013 e 2014

Segundo Associação de Futebol do país, ideia é poder receber outros eventos esportivos

REUTERS

07 de dezembro de 2011 | 14h02

TÓQUIO - O Japão não vai se candidatar a sede dos Mundiais de Clubes de 2013 e 14, para ter mais chances de sediar torneios femininos.

Junji Ogura, presidente da Associação de Futebol do Japão, disse na quarta-feira que os planos de manter no país o Mundial de Clubes depois de 2012 foram suspensos.

"Se nós o realizarmos todos os anos, fica difícil receber outras competições", disse Ogura a jornalistas. "Se queremos realizar o Mundial Sub-20 ou a Copa do Mundo feminina, não faz sentido nos candidatarmos (aos Mundiais de Clubes de 2013 e 14)."

O Japão venceu a Copa do Mundo feminina deste ano, na Alemanha, o que causou euforia para um país que acabara de sofrer a devastação do terremoto e do tsunami de março. Foi o maior resultado do futebol feminino asiático em toda a história.

O Mundial de Clubes de 2011, que começa na quinta-feira, volta ao Japão depois de ter acontecido nos dois anos anteriores em Abu Dhabi. Barcelona e Santos são os favoritos para fazerem a final, no dia 18, em Yokohama.

Os ingressos para os três jogos a serem disputados em Yokohama já estão esgotados, disseram os organizadores na quarta-feira.

(Reportagem de Alastair Himmer em Tóquio)

Tudo o que sabemos sobre:
santosfutebolmundial de clubesjapão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.