Japão joga mal, mas vence Cingapura

O Japão não jogou bem, mas conseguiu vencer a seleção de Cingapura por 2 a 1, nesta quarta-feira, fora de casa, e manteve a liderança do Grupo 3 da zona asiática das Eliminatórias para a Copa de 2006, com seis pontos em duas partidas. No outro jogo da chave, Omã também viajou e venceu a Índia por 5 a 1. A seleção dirigida pelo brasileiro Zico saiu na frente, com um gol de Takahara aos 33 minutos do primeiro tempo, mas sofreu o empate aos 18 minutos da etapa final (gol de Sahdan). Para alívio de Zico, cujo trabalho já vem sendo bastante criticado, Fujita, que havia entrado na equipe um pouco antes, marcou o gol da vitória. Pelo Grupo 2, Palestina e Iraque empataram por 1 a 1, em partida disputada em Doha, no Catar, por causa dos problemas políticos que afetam os dois países. A Palestina divide a liderança do grupo com o Usbequistão (1 a 0 em Taipé), ambos com 4 pontos. O Iraque tem 2. A decepção da rodada na zona asiática foi o empate sem gols da seleção da Coréia do Sul com as Ilhas Maldivas. O adversário dos sul-coreanos, quartos colocados no Mundial de 2002, é uma das seleções mais fracas do futebol mundial. A Coréia do Sul lidera o Grupo 7 com 4 pontos, mas o empate desta quarta, apesar de o jogo ter acontecido fora de casa, complica a situação do técnico português Humberto Coelho, cujo trabalho é alvo de críticas.

Agencia Estado,

31 de março de 2004 | 20h21

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.