Japão se opõe ao fim da Intercontinental

Assim como a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), a Federação Japonesa de Futebol revelou ser contra a extinção da Copa Intercontinental, que, segundo proposta da Fifa, seria substituída pelo Mundial de Clubes. O torneio também seria disputado no Japão, em dezembro de 2005 e 2006.?Recebemos uma carta em que a Federação Japonesa ratifica seu apoio ao jogo que reúne o campeão da América do Sul e o campeão da Europa (a Copa Intercontinental). E também confirma que respeitará o contrato que existe até dezembro de 2006?, anunciou o porta-voz da Conmebol, Néstor Benítez.A proposta sobre o novo formato do Mundial de Clubes, que substituiria a Copa Intercontinental, será analisada na reunião do Comitê Executivo da Fifa, dia 29 de fevereiro, em Londres. Mas Néstor Benítez já avisou que o presidente da Conmebol, Nicolás Leoz, e os presidentes das federações de Brasil e Argentina, respectivamente Ricardo Teixeira e Julio Grondona - todos os representantes da América do Sul no Comitê Executivo da Fifa -, irão defender a continuidade da Copa Intercontinental, que existe há mais de 40 anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.