Japão só empata na estréia de Zico

Os japoneses fizeram festa, lotaram o estádio Nacional de Tóquio, nesta quarta-feira, mas no fim saíram com dúvidas em torno do futuro de sua seleção. Na primeira apresentação desde a eliminação nas oitavas-de-final da Copa do Mundo, a equipe agora sob o comando de Zico empatou por 1 a 1 com a Jamaica.O ex-astro do Flamengo esperava estréia melhor como técnico do Japão, em substituição ao francês Philippe Troussier. Por pouco, não teve a pretensão confirmada. Os anfitriões saíram na frente logo aos 7 minutos da etapa inicial, com o gol marcado por Shinji Ono, atacante do Feyenoord, da Holanda. No começo do segundo tempo, Toshihiro Hattori quase amplia, mas mandou a bola no travessão. O castigo para a ineficiência nipônica veio aos 35 minutos, com o empate obtido por Fuller.O resultado não desanimou Zico. Sem perder a linha, ele disse que ficou satisfeito com as observações, embora tenha admitido a necessidade de ajustes. "É uma equipe jovem e temos tempo para melhorar, em todos os aspectos", explicou o treinador, que conquistou a simpatia dos japoneses quando defendeu o Kashima Antlers, no anos 90.O setor que merecerá maior atenção será a defesa. Já o meio-de-campo e o ataque, na avaliação do treinador, se comportaram bem. "Na frente, jogamos bem e criamos situações de gol", reiterou. Zico espera ter chance de fazer amistosos na América do Sul, para que os jogadores ganhem experiência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.