Japão vence árabes pelas Eliminatórias da Ásia; Austrália empata e amplia jejum

Vitória japonesa fora de casa deixa equipe na liderança do Grupo B

Estadão Conteudo

23 de março de 2017 | 18h14

A rodada das Eliminatórias Asiáticas para a Copa do Mundo de 2018 teve sete jogos nesta quinta-feira. Em um deles, o Japão venceu os Emirados Árabes Unidos por 2 a 0, fora de casa, em Abu Dhabi, e se garantiu no primeiro lugar do Grupo B, com 13 pontos, juntamente com a Arábia Saudita, que tem a mesma pontuação, mas leva vantagem no saldo de gols (7 a 5).

Os gols japoneses foram marcados por Kubo e Konno, um em cada tempo do confronto. Já os sauditas venceram a Tailândia por 3 a 0, em Bangkok, gols de Mohammed Al-Sahlawi, Tanaboon Kesarat e Salman Al Moasher.

Por esta mesma chave, o destaque negativo foi o tropeço da Austrália, que completou quatro jogos sem vitória ao empatar por 1 a 1 com o Iraque, em Teerã. A equipe australiana já vinha de igualdades com Arábia Saudita (2 a 2), Japão (1 a 1) e Tailândia (2 a 2) no qualificatório asiático.

Matthew Leckie chegou a abrir o placar para a seleção australiana no primeiro tempo, mas iraquianos igualaram o marcador na etapa final com Ahmed Yasin. A Austrália está em terceiro lugar no grupo, três pontos atrás do Japão e da Arábia Saudita. A Tailândia é a lanterna, com apenas um ponto.

No Grupo A, a China venceu a Coreia do Sul por 1 a 0, gol de Dabao Yu, em casa, em um jogo no qual passou boa parte do segundo tempo se defendendo para garantir o triunfo e desbancar o favoritismo do adversário, que estacionou nos dez pontos e ocupa a vice-liderança.

O triunfo dos chineses acabou beneficiando o Irã, que em outro duelo do dia derrotou o Catar por 1 a 0, fora de casa, e disputou na ponta da chave, com 14 pontos. Já a própria China é apenas a quinta e penúltima colocada, com cinco pontos, um à frente do lanterna Catar.

Apesar da vitória, o técnico da China, o italiano Marcello Lippi, está pessimista quanto à vaga no Mundial. "Se ganhamos ou perdemos hoje, as chances de qualificação não parecem altas", disse Lippi. Mas o treinador, campeão do mundo com a Itália, em 2006, e contratado no mês de outubro de 2016 para comandar a seleção chinesa de futebol, procurou manter um fio de esperança na classificação. "Vamos continuar tentando o nosso melhor", completou Lippi.

Por esta mesma chave, a Síria superou o Usbequistão por 1 a 0, em casa, e foi aos oito pontos na quarta colocação, se aproximando dos próprios usbeques, que figuram em terceiro lugar, com nove pontos.

Os dois primeiros colocados de cada grupo das Eliminatórias da Ásia ao final desta fase garantirão vaga na Copa, enquanto os dois terceiros colocados irão disputar uma repescagem por um lugar no Mundial.

Depois das partidas disputadas nesta quinta, a sétima rodada das Eliminatórias terá os seguintes jogos pelo Grupo A na próxima terça-feira: Coreia do Sul x Síria, Irã x China e Usbequistão x Catar. No Grupo B, também na terça, ocorrerão os duelos Austrália x Emirados Árabes, Japão x Tailândia e Arábia Saudita x Iraque.

OCEANIA

Também nesta quinta-feira foi disputado um jogo pelo qualificatório da Oceania para o Mundial da Rússia. Papua Nova Guiné foi derrotada pelo Taiti por 3 a 1 em confronto válido pelo Grupo B. Os taitianos lideram a chave com três pontos. Papua Nova Guiné ainda não pontuou e está na lanterna. No Grupo A, Fiji estreia na competição nesta sexta-feira recebendo a seleção da Nova Zelândia, que lidera a chave com quatro pontos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.