Jardel cansou de esperar o Palmeiras

A vinda do atacante Jardel para o Palmeiras está ameaçada. Neste sábado, o advogado Luiz Augusto, que representa o jogador no Brasil, admitiu que Jardel cansou de esperar por uma proposta oficial do clube. Verbalmente, houve um acerto com o presidente Mustafá Contursi, que aceitaria pagar até R$ 80 mil por mês para contar com o jogador no Campeonato Brasileiro. Mas, segundo o advogado, até o momento nenhum integrante da comissão técnica procurou o atacante, que ainda tem um mês de contrato com o Ancona, lanterna do Campeonato Italiano. ?Eu passei o número do meu telefone para o Fred (Fred Smânia, auxiliar-técnico) e para o Jair (treinador Jair Picerni) há dez dias. Mas, pelo jeito, eles não estão muito interessados em ficar com o jogador. Não me deram retorno. Diante desse impasse, considero as negociações encerradas. Neste domingo, o Jardel vai deixar Fortaleza, onde está para visitar a mãe doente, e retornar à Itália?, informou Luiz Augusto. Bastante irritado, o advogado mostrou-se desiludido com o fracasso do leilão que promoveu para que o jogador pudesse retornar ao Brasil. ?Cansamos de ficar aguardando respostas. O Jardel, que recebe o equivalente a quase R$ 400 mil por mês, permaneceu quase duas semanas aqui e não conseguimos fechar nenhum negócio. Quase foi para o Corinthians, mas o Rivellino (então diretor-técnico), que havia deixado tudo encaminhado com a gente, não teve forças para impor sua vontade e acabou pedindo demissão. Depois, a expectativa frustrada de um contato do Palmeiras.? Fred Smânia confirmou apenas a realização de uma reunião segunda-feira para a definição de possíveis reforços para o Campeonato Brasileiro. ?Não liguei para o Luiz porque não conversamos com o Mustafá sobre reforços. Tudo vai começar a ser tratado a partir desta semana.? Na opinião de Jair Picerni, o atacante é ?um bom nome? pelo seu histórico no futebol. Mas contratá-lo sem o conhecimento de suas reais condições físicas seria uma temeridade. ?Precisaria primeiro falar com o jogador, saber como está. Quero contar com atletas que cheguem para resolver.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.