Jardel, volante do Central, morre em acidente de carro

O volante Jardel, que jogou pelo Central de Caruaru no começo deste ano, morreu nesta segunda-feira à noite, após um acidente de carro na BR-232, na região Agreste de Pernambucano. No carro estavam outros três jogadores: o lateral Adeíldo, que ficou preso às ferragens e está internado em estado grave, o meia Heider e o atacante Cláudio, que tiveram ferimentos leves.

AE, Agencia Estado

28 de abril de 2009 | 09h45

O acidente aconteceu no quilômetro 62 da rodovia, envolvendo sete veículos, depois que a estrada foi bloqueada por causa de um protesto contra um atropelamento na rodovia, que havia matado uma pessoa horas antes. O motorista fugiu sem prestar socorro à mulher atropelada, o que irritou os moradores da cidade de Pombos.

O protesto provocou um engarrafamento, e um caminhão desgovernado provocou o acidente, acertando o carro dos jogadores e outros veículos. Jardel, que estava no volante, não resistiu ao impacto da batida e morreu na hora.

Jardel tinha 25 anos e chegou no começo do ano ao Central, vindo do Penedo, de Alagoas. Defendeu a equipe no Campeonato Pernambucano, no qual o time terminou em sexto lugar, e na Copa do Brasil - mas não participou da partida em que o time foi eliminado, com a derrota por 3 a 0 para o Vasco.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPernambucoacidentemorte

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.