Lucas Figueiredo/ CBF
Lucas Figueiredo/ CBF

Jardine convoca seleção pré-olímpica com 11 jogadores que atuam no Brasil

Pedrinho e Antony desfalcarão Corinthians e São Paulo para defender o time sub-23 do Brasil

Rafael Franco, Estadao Conteudo

25 de outubro de 2019 | 13h02

O técnico André Jardine anunciou nesta sexta-feira, na sede da CBF, no Rio, uma lista de 23 jogadores convocados para defender a seleção brasileira pré-olímpica no Torneio de Tenerife, na Espanha. A competição amistosa, que ocorrerá entre os dias 11 e 19 de novembro, também contará com as participações de Argentina, Chile e Estados Unidos.

A listagem divulgada pelo treinador contou com a presença de 11 jogadores que atuam no Brasil e que, consequentemente, vão desfalcar os seus times em partidas da reta final do Campeonato Brasileiro. E entre estes atletas estão nomes importantes para os seus clubes como os volantes Bruno Guimarães (Athletico-PR) e Matheus Henrique (Grêmio); os laterais Caio Henrique (Fluminense) e Guga (Atlético-MG); o meia Pedrinho (Corinthians) e o atacante Antony (São Paulo).

Atual campeão da Copa do Brasil, o Athletico também teve convocado nesta sexta o goleiro Anderson. O Grêmio, que acaba de cair na Libertadores e priorizará totalmente o Brasileirão, e o São Paulo também contaram com dois atletas cada incluídos nesta listagem. Além de Matheus Henrique, foi lembrado por Jardine o goleiro gremista Phelipe Megiolaro. Já o outro são-paulino chamado além de Antony foi o zagueiro Walce.

O goleiro Ivan (Ponte Preta) e o atacante Artur (Bahia) foram os outros convocados entre os jogadores que atuam no País. E durante o período de disputa do Torneio de Tenerife, o Brasileirão estará vivendo os confrontos da 32ª e da 33ª rodada, cujas datas ainda não foram desmembradas pela CBF, mas que ocorrerão entre os dias 9 e 18 de novembro - a 38ª e última jornada da competição está marcada para 8 de dezembro.

Já entre os estrangeiros chamados, destaque para a presença do atacante Gabriel Martinelli, do Arsenal, que vive grande momento e na última quinta-feira fez um dos gols da equipe inglesa na vitória por 3 a 2 sobre o Vitória de Guimarães, de Portugal, em Londres, pela Liga Europa.

BASE MANTIDA

Na entrevista coletiva que concedeu logo após a convocação, Jardine ressaltou a manutenção da base que vem conseguindo fortalecer na seleção pré-olímpica. "A equipe que estamos treinando conseguiu desempenho, crescer no jogo. Temos a certeza que já estamos construindo equipe. Conseguimos manter entre 70% e 75%, sempre rodando 25% para aumentar leque de opções e poder dar continuidade ao que temos desde (O Torneio de) Toulon", afirmou o comandante, para depois confirmar que o grupo está quase definido para o Pré-Olímpico da Colômbia, que acontecerá entre janeiro e fevereiro do ano que vem, quando buscará uma das duas vagas sul-americanas do futebol masculino nos Jogos de Tóquio-2020.

"Se tivéssemos que fazer matemática giraria em torno de 75% dessa lista estará no Pré-Olímpico. Estamos muito próximos da competição alvo, que é o Pré-Olímpico. Procuramos trazer os melhores jogadores. Estamos com nível muito parecido dos que estamos convocando. Depois dessa última convocação teremos leque importante, são 45 atletas convocados, chamamos três, quatro, cinco jogadores. Com isso, em janeiro podemos escolher os melhores que se destacaram e trabalhar isso junto aos clubes. Sem ficar preso a busca de outras alternativas, caso percamos um ou outro jogador", completou.

Já ao ser questionado sobre o fato de ter chamado 11 atletas que jogam no Brasil, Jardine justificou que é "humanamente impossível formar seleção olímpica só com jogadores de fora do País". "Procuramos sempre bom senso em todas as seleções. Encontramos caminho importante, sempre buscando os melhores e exercitando o bom senso, sem prejudicar em demasia os clubes. Projeto pré-olímpico é importantíssimo, que todos se engajem, seleção, clubes, imprensa, torcida", reforçou.

Antes de participar desta competição amistosa em solo espanhol, a seleção brasileira pré-olímpica goleou a Venezuela por 4 a 1 e foi derrotada por 3 a 2 pelo Japão, em dois amistosos realizados em Pernambuco, respectivamente nos últimos dias 10 e 14. Entre os que foram chamados para estes dois amistosos em solo pernambucano, o goleiro Ivan; os laterais Guga e Caio Henrique; o zagueiros Ibañez (Atalanta) e Lyanco (Torino); os meio-campistas Bruno Guimarães, Pedrinho e Wendel (Sporting); e os atacantes Antony, Matheus Cunha (RB Leipzig), Paulinho (Bayer Leverkusen) e Pedro (Fiorentina) voltaram a ser convocados para defender o Brasil em Tenerife.

Antes do Pré-Olímpico em solo colombiano, os comandados de Jardine cumprirão em janeiro um período de treinamentos na Granja Comary, em Teresópolis (RJ).

Confira os convocados

Goleiros - Anderson (Athletico-PR), Ivan (Ponte Preta) e Phelipe Megiolaro (Grêmio);

Laterais - Dodô (Shakhtar Donetsk), Guga (Atlético-MG), Ayrton Lucas (Spartak Moscou) e Caio Henrique (Fluminense);

Zagueiros - Ibañez (Atalanta), Lyanco (Torino), Rodrigo (Portimonense) e Walce (São Paulo);

Meio-campistas - Bruno Guimarães (Athletico-PR), Lucas Fernandes (Portimonense), Matheus Henrique (Grêmio), Pedrinho (Corinthians), Thiago Maia (Lille) e Wendel (Sporting);

Atacantes - Antony (São Paulo), Artur (Bahia), Gabriel Martinelli (Arsenal), Matheus Cunha (RB Leipzig), Paulinho (Bayer Leverkusen) e Pedro (Fiorentina).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.