ALEX SILVA/ESTADÃO
ALEX SILVA/ESTADÃO

Jardine pede paciência à torcida do São Paulo: 'A gente vai oscilar'

Treinador diz estar preparado para pressão se resultados na Libertadores não forem os desejados

Renan Cacioli, O Estado de S. Paulo

31 Janeiro 2019 | 23h57

Após mais uma derrota do São Paulo na temporada, a segunda em quatro partidas oficiais pelo Campeonato Paulista, o técnico André Jardine se disse preparado para suportar a pressão, ainda mais se o time não conseguir voltar da Argentina, na semana que vem, com um bom resultado diante do Talleres, pela Pré-Libertadores. As equipes se enfrentam na quarta-feira.

"O estar preparado, quando a gente se julga preparado para a função, inclui suportar momentos difíceis, derrotas, e também não se empolgar nas vitórias. A gente está num início de trabalho, vai oscilar. O importante é ver evolução e se preparar para o momento crucial da temporada, que são os jogos da Libertadores. Mas tenha certeza de que estou preparado para a pressão e acredito muito no nosso trabalho", afirmou o treinador, no Pacaembu, nesta quinta.

Questionado sobre o papel da torcida, que durante o tropeço para o Guarani vaiou a equipe em alguns momentos,  Jardine falou que o apoio dela será "fundamental". E pediu paciência: "A torcida do São Paulo sempre se faz presente nos momentos mais importantes do clube. A gente pede um pouquinho de paciência, estamos mudando uma filosofia de jogo, isso não é do dia para a noite, vai requisitar mais tempo para chegar no ponto que a gente quer".

A respeito do jogo em si, o técnico tricolor destacou o que viu de positivo na sua equipe: "O desempenho foi bastante aceitável, o time produziu inúmeras situações de gol. Há derrotas em que o time não cria, não produz, desempenha mal. Dessas derrotas, óbvio que a gente não gosta. Mas existem derrotas em que o goleiro adversário fez uma grande partida, a bola não entrou, que foi o caso dessa. O resultado continua sendo ruim, mas o desempenho não foi de todo ruim, não".

Antes do Talleres, o São Paulo terá mais um compromisso pelo Paulistão. Neste domingo, novamente no Pacaembu, recebe o São Bento, às 17h.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.