Reprodução / Instagram
Reprodução / Instagram

Jean Chera afirma ter sofrido assédio sexual enquanto esteve na base do Santos

Jogador chegou no clube aos nove anos de idade e ficou até completar 16; diretoria lamenta e se diz à disposição para amparar atleta

Estadão Conteúdo

25 de julho de 2018 | 11h58

Jean Chera, que foi uma das maiores promessas do Santos no início da década, afirmou ter sofrido assédio sexual enquanto estava nas categorias de base do clube, através de posts na ferramenta 'stories' do instagram. O atleta ficou no clube entre os nove e os 16 de idade, de 2005 a 2011.

"Já vivi tudo que tinha que viver [no futebol] ... até tentativa de assédio sexual já sofri na base do Santos...", escreveu Chera, após ser criticado por um internauta.

"A primeira prova é minha consciência. E a segunda: o treinador foi mandado embora na época e apareceram outros casos [de assédio na base do Santos]. Porém, naquela época pouco se falava sobre esse tema", respondeu, ao ser questionado por seguidores.

Em nota oficial, o Santos se manifestou sobre o caso. "O Santos FC faz questão de comunicar que foi surpreendido com as declarações do ex-jogador Jean Chera, que foi atleta do clube até 2011. Jean afirmou ter sofrido assédio sexual quando esteve nas categorias de base santistas. No entanto, não era do conhecimento da atual gestão a informação, nem tão pouco denúncia sobre o fato. E, por fim, o Santos FC faz questão de se colocar à disposição do atleta e da família para todo amparo necessário, além de possível denúncia e elucidação do lamentável fato tornado público", escreveu o clube no documento.

Recentemente, o Santos esteve envolvido em uma grande denúncia de pedofilia em sua base.  Ruan Petrick denunciou o ex-coordenador da base santista, Ricardo Marco Crivelli,  por assédio sexual, e registrou um boletim de ocorrência. Segundo Petrick, Crivelli o teria abusado quando tinha nove anos, em 2011. Quando o caso veio à tona, o Santos abriu uma investigação interna e afastou o coordenador.

Jean Chera atualmente tem 23 anos e está sem clube. O jogador chegou a chamar mais atenção que Neymar enquanto estava na base, e saiu do Santos aos 16 anos, ainda sem ter se profissionalizado. Jogou por times de juniores de Flamengo e Cruzeiro, mas não conseguiu se destacar. Depois de se tornar atleta profissional, em 2014, rodou por vários times pequenos.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.