Paulo Fernandes/Vasco.com.br
Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Jean destaca momento do Vasco e vê jogo com a Chape como decisivo

Para o volante, vitória é fundamental para manter sonho de conquistar vaga na Libertadores

Estadão Conteúdo

28 de setembro de 2017 | 15h14

O Vasco entra em campo neste sábado, diante da Chapecoense, em São Januário, pelo Campeonato Brasileiro, precisando da vitória. Depois de decepcionar na segunda-feira e não passar de um empate com o Sport, na Ilha do Retiro, mesmo em vantagem numérica, o time carioca não pode pensar em outro resultado se quiser seguir sonhando com uma vaga na Libertadores. Por isso, o clima "decisivo" da partida, de acordo com o volante Jean.

+ Confira o melhor da TV

"Hoje, no Campeonato Brasileiro, todo jogo está sendo de seis pontos. Se você ganha duas partidas, briga lá em cima, e se perde, se complica. Tá tudo muito embolado. Esse campeonato está muito disputado. Todos os jogos daqui para frente valem seis pontos. Não tem jogo fácil nessa competição. Pensando na Chapecoense, será uma partida muito importante para nós. Vamos com tudo para conquistar esses três pontos", declarou nesta quinta-feira.

Apesar do resultado no início da semana, o jogador avaliou como positiva a sequência recente do Vasco no Campeonato Brasileiro. Nas últimas quatro partidas, foram duas vitórias (contra Fluminense e Grêmio), um empate (Sport) e apenas uma derrota (Corinthians), e o desempenho desde a chegada do técnico Zé Ricardo tem empolgado o elenco.

"Viemos de bons jogos contra Fluminense, Grêmio e Corinthians. Contra o Sport, conseguimos pontuar fora de casa. É evidente que o nosso grupo vem em uma crescente muito boa no Brasileiro. Sem dúvida, contamos com o nosso torcedor. Esse é um momento para a gente se unir. As coisas que tinham que ser acertadas, foram acertadas nesses dias de trabalho, e agora precisamos de apoio. Temos que estar juntos, todos em busca do mesmo ideal. O nosso objetivo hoje é olhar para a parte de cima da tabela", afirmou Jean.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.