Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Jean diz ter aceitado cirurgia em comum acordo com o Palmeiras

Lateral lamenta problema no joelho direito e deve ter condições de voltar a atuar apenas em dois meses

O Estado de S. Paulo

12 Janeiro 2018 | 21h16

O lateral Jean, do Palmeiras, publicou comunicado oficial nesta sexta-feira para esclarecer os motivos que o levaram até a cirurgia no joelho direito, realizada na última quarta. O jogador negou rumores de que tenha procurado o procedimento por estar descontente com o tratamento dado pelo clube ao seu problema de cartilagem.

+ Palmeiras bate Atibaia por 1 a 0 em jogo-treino

+ Equipe avança à terceira fase da Copinha

"Gostaria de deixar bem claro que foi uma decisão tomada em comum acordo com os médicos do Palmeiras. Teríamos a possibilidade de continuar um tratamento conservador, mas optamos pela cirurgia, que deve me deixar completamente apto nos próximos meses", comentou. O prazo estipulado de recuperação deve ser de até dois meses fora do time.

Jean passou o último ano com dores no joelho. O problema, causado por desgaste da cartilagem, levou a comissão técnica a estabelecer um cronograma de treinos específico para o lateral. Porém, durante os testes de pré-temporada, o Palmeiras entendeu ser necessário deslocar um dos ossos para tentar aliviar a pressão no local.

"Em nenhum momento tive dúvidas da capacidade do departamento médico do clube. Pelo contrário, tenho plena confiança. Infelizmente um atleta está exposto a alguns problemas e com o trabalho que estamos planejando juntos, a expectativa é de plena recuperação", disse Jean, que chegou ao Palmeiras em 2016.

Sem o lateral, o técnico Roger Machado poderá contar com outros jogadores da posição. O titular deve ser Marcos Rocha, que veio do Atlético-MG. Mayke e Fabiano também são opções.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.