Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

Jean Lucas nega crise no Santos com goleada para o Palmeiras

Volante revela que time não esperava resultado, mas que elenco está de cabeça erguida para continuar trabalhando

Redação, Estadão Conteúdo

21 de maio de 2019 | 20h12

Depois de dois dias de folga concedida pelo técnico Jorge Sampaoli, descanso que o time ganhou após ser goleado por 4 a 0 pelo Palmeiras na noite de sábado, no Pacaembu, o elenco do Santos voltou aos treinamentos na tarde desta terça-feira, no CT Rei Pelé, onde iniciou a sua preparação para encarar o Internacional, domingo, às 16 horas, na Vila Belmiro, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro.

Escalado para dar entrevista coletiva nesta terça, o volante Jean Lucas não escondeu a decepção que foi a derrota expressiva sofrida no clássico em São Paulo, mas negou que o resultado tenha gerado uma crise no clube santista.

"Foi meio que um baque para a gente, a gente não esperava este resultado, estávamos trabalhando muito firme durante a semana e infelizmente aconteceu aquele resultado. Mas a gente está de cabeça erguida, temos um jogo aqui (na Vila Belmiro) no domingo pela frente. Sabemos das dificuldades do jogo, mas vamos trabalhar durante a semana para fazer um excelente partida", afirmou o atleta, para depois comentar o efeito da goleada de sábado e prometer que o time vai se empenhar ao máximo para superar o Inter no domingo.

"Não vejo como uma crise (a situação atual do Santos), sabemos que perder um clássico, da maneira que foi, é meio difícil, mas também sabemos da grandeza do Santos. Todos querem ganhar e o torcedor sempre quer que a gente ganhe. Vamos fazer de tudo para ganhar este jogo no domingo para nos manter bem no campeonato", reforçou Jean Lucas, se referindo ao fato de que uma vitória no final de semana fará com que a equipe de Sampaoli continue na luta direta pela ponta do Brasileirão - hoje é a atual quarta colocada da tabela, com dez pontos, três atrás do líder Palmeiras.

REFORÇOS

Para voltar a vencer no domingo, o Santos deverá contar com pelo menos dois jogadores importantes que não puderam atuar no último clássico. Trata-se dos atacantes Eduardo Sasha e Rodrygo, que treinaram normalmente nesta terça-feira. O primeiro deles ficou fora do duelo com os palmeirenses por causa de dores musculares na coxa esquerda, enquanto o jovem de 18 anos foi apenas opção no banco no confronto após levar uma pancada no tornozelo e reclamar de um desconforto no músculo adutor na coxa.

Os retornos de Sasha e Rodrygo serão importantes também porque Sampaoli já não terá neste domingo o atacante Derlis González e o volante Alison, suspensos pelo terceiro cartão amarelo, recebido no clássico de sábado.

Com isso, uma provável escalação do Santos contra o Inter seria a seguinte: Vanderlei; Victor Ferraz, Felipe Aguilar, Gustavo Henrique e Jorge; Diego Pituca, Jean Lucas (Lucas Veríssimo), Carlos Sánchez e Jean Mota (Eduardo Sasha); Rodrygo e Soteldo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.