Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

Jean Mota exalta estrangeiros do Santos e celebra fase de artilheiro

Meia marcou o primeiro gol do time da Baixada na vitória por 4 a 0 sobre o São Bento fora de casa

Redação, Estadão Conteúdo

24 Janeiro 2019 | 22h09

Autor do primeiro gol do Santos na vitória por 4 a 0 sobre o São Bento, nesta quinta-feira, Jean Mota foi quase um "intruso" em Sorocaba. Afinal, os outros gols do time na partida, válida pela segunda rodada do Campeonato Paulista, foram marcados por jogadores estrangeiros: o paraguaio Derlis González, o venezuelano Yeferson Soteldo e o colombiano Copete.

Após o duelo, Jean Mota brincou com a situação e lembrou que o Santos vai se tornando mais sul-americano agora que é comandado pelo argentino Jorge Sampaoli. Afinal, além de Soteldo, o clube também se reforçou recentemente com o colombiano Felipe Aguilar, que ainda não fez a sua estreia pelo time.

"Só tem gringo no time, daqui a pouco teremos que aprender espanhol. Eles vieram para ajudar e estamos trabalhando para deixar o Santos mais forte", afirmou Jean Mota em entrevista ao Première.

No Santos desde 2016, Jean Mota havia marcado apenas cinco gols nos 109 jogos que disputou nos seus três primeiros anos no clube. O cenário parece estar alterado em 2019, pois ele já havia ido às redes na estreia no Paulistão, contra a Ferroviária, e repetiu a situação nesta quinta-feira.

Satisfeito, Jean Mota celebrou a fase artilheira e o início de campanha no Paulistão, além de elogiar o trabalho que vem sendo realizado por Sampaoli. "Está sendo muito bom, estou feliz. São dois jogos, com dois gols e uma assistência. O mais importante são os três pontos, mas poder contribuir com gol é importante", concluiu.

O Santos lidera o Grupo A do Paulistão com seis pontos e voltará a jogar no domingo, quando vai encarar o São Paulo em clássico marcado para o Pacaembu.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.