Rubens Chiri / São Paulo
Rubens Chiri / São Paulo

Jean pede desculpas a Vagner Mancini e é reintegrado ao elenco do São Paulo

Goleiro se mostrou arrependido das críticas que fez por ter sido cobrado em uma reunião do elenco do São Paulo

Gonçalo Junior, Estadão Conteúdo

02 de abril de 2019 | 08h50

O goleiro Jean pediu desculpas a Vagner Mancini, que era o técnico interino do São Paulo, em uma rede social na madrugada desta terça-feira. A retratação pública encerra o afastamento do jogador do elenco profissional, ocorrido há duas semanas. O atleta foi reintegrado ao grupo nesta terça-feira. Um vídeo mostra o momento ele abraço Mancini, que vai continuar dividindo o comando técnico do clube do Morumbi até o final do Paulistão. Depois ele voltará a ser coordenador técnico. 

Jean se mostrou arrependido das críticas que havia feito a Mancini por ter sido cobrado em uma reunião do elenco do São Paulo no CT da Barra Funda. O goleiro afirmou que não era tratado pelo treinador da mesma forma que o restante do elenco e que a razão seria a rivalidade entre os dois quando atuaram no futebol baiano (Jean era goleiro do Bahia e Mancini dirigia o Vitória).

"Peço desculpas a todos pela atitude que tomei, principalmente ao Vagner Mancini por deixar o campo no treinamento no momento delicado que atravessávamos e externar problemas internos, além de tê-lo julgado e ofendido de forma injusta", escreveu.

Ao longo do dia, Cuca, que assumiu o comando técnico nesta segunda-feira, havia sinalizado que as desculpas públicas significariam o retorno do atleta. "É uma resposta que internamente já tenho, mas que precisa de um algo mais. Foi feita uma acusação publicamente, então isso vai acontecer", afirmou durante a entrevista coletiva.

Jean será reintegrado ao elenco, mas vai continuar no banco de reservas. O titular de Cuca para a temporada é Tiago Volpi.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.