Satiro Sodré/Divulgação
Satiro Sodré/Divulgação

Jefferson diz que Botafogo tomou gosto pela conquista de títulos

Para goleiro, time carioca mudou a sua mentalidade e está mais ambicioso

AE, Agência Estado

19 de março de 2013 | 15h41

RIO - O goleiro Jefferson afirmou nesta quarta-feira que o elenco do Botafogo mudou a sua mentalidade e tomou gosto pela conquista de títulos. Assim, a equipe vem conseguindo superar as dificuldades e aumentou a sua ambição, tanto que entra em todos os torneios pensando em ser campeão.

"Não nos contentamos com sexta posição, é pouco para o Botafogo. Temos que quebrar esse tabu. O Botafogo está bem mais forte, maduro e vai brigar não apenas por Libertadores, mas para ser campeão brasileiro", afirmou, prometendo que o time não será coadjuvante no próximo Campeonato Brasileiro.

De acordo com Jefferson, o espírito vencedor foi adquirido com o amadurecimento do elenco do Botafogo. "Hoje o Botafogo só tem jogadores experientes, mudou a mentalidade. Quem quer ser campeão tem que passar por cima de tudo. Temos que ir lá e fazer o nosso papel. Se jogar Libertadores, vai pegar campo ruim, apertado. Sabemos as dificuldades, mas nosso objetivo é vencer", disse.

Para Jefferson, o elenco do Botafogo também está mais fortalecido e menos dependente de algumas peças. "Nesses últimos anos sofremos demais por causa de elenco. Tínhamos grandes times, mas não elenco para ser campeão. Perdia dois, três jogadores, fazia falta. Novos jogadores surgiram, como o Vitinho, ganhamos o Rafael Marques, o Bolívar. Temos elenco não para priorizar uma competição, para entrar forte em todas. O Botafogo está com elenco para entrar em todas as competições para vencer", comentou.

Jefferson revelou que a sua foto levantando o troféu da Taça Guanabara pelo Botafogo vai virar quadro na sua residência. "Foi a primeira oportunidade de levantar a taça como profissional, vou colocar um quadro na minha casa. Fiquei muito feliz, peguei o gostinho, vou querer levantar mais vezes. Sem vaidade ou egoísmo, pois dependo do grupo. Erguer o troféu acrescenta muito na minha carreira", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.