Jefferson exibe ansiedade para o clássico e pede atenção a Marcelo Cirino

Líder invicto do Campeonato Carioca, o Botafogo terá neste domingo seu jogo mais difícil na competição. O time fará o clássico com o Flamengo, no Maracanã, em partida que vale o topo da tabela. Capitão do time, o goleiro Jefferson destacou a importância de vencer a partida para aumentar a confiança no elenco, mas alertou para os perigos do atacante Marcelo Cirino.

Estadão Conteúdo

26 de fevereiro de 2015 | 19h13

"Uma hora ou outra ia chegar este jogo. É claro que vai ser um teste no sentido do que a gente vem fazendo. Se a gente vence o Flamengo, muita gente vai dizer que o Botafogo está pronto para ser campeão, mas se perder vão falar que não estamos prontos", considerou o goleiro.

Jefferson também demonstrou expectativa pelo confronto. "O clima, a atmosfera do jogo é muito legal. Você entra no estádio e vê muitos torcedores. Isso envolve muita coisa. Eu costumo dizer que, contra o Flamengo, o treinador não precisa dar a palestra, você já entra motivado, pilhado."

O goleiro ainda pediu atenção especial ao atacante Marcelo Cirino. "Sem dúvida nenhuma é um jogador que está numa grande fase. Temos que tomar cuidado com ele, que vai estar mais confiante, mais solto. Temos que ter atenção redobrada", destacou.

O clássico será o primeiro jogo do Botafogo no Maracanã nesta temporada. Pensando nisso, o clube decidiu fazer um jogo-treino no estádio contra a equipe do Queimados na tarde desta sexta.

"Vamos fazer um reconhecimento do gramado do Maracanã. Isso é normal, não estamos indo lá antes porque é o Flamengo, é pelo gramado. Temos que saber qual tipo de chuteira usar. Isso é importante", frisou Jefferson.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBotafogoCampeonato Carioca

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.