Jefferson quer vitória para torcer acreditar no Botafogo

A situação ruim do Botafogo no Campeonato Carioca só aumenta a obrigação de uma vitória no jogo desta quarta-feira, contra o Avaí, no Engenhão, pela Copa do Brasil. O foco é duplo: abrir uma vantagem confortável para o jogo de volta, em Florianópolis, e ganhar moral para a rodada decisiva da Taça Rio, no domingo.

AE, Agência Estado

12 de abril de 2011 | 19h02

"A responsabilidade aumenta", reconheceu o goleiro Jefferson. "Temos que buscar uma vitória de qualquer forma em casa para o torcedor voltar a acreditar na gente. Temos a obrigação de fazer um grande jogo", decretou.

A derrota para o Flamengo no clássico do último domingo deixou o Botafogo correndo risco de ser eliminado da disputa do título carioca. Para chegar às semifinais da Taça Rio, precisa vencer o América e torcer para o Vasco vencer o Olaria. Assim, uma derrota no jogo desta quarta-feira no Engenhão pode significar o fim das pretensões do primeiro semestre.

Muito se tem falado da nova filosofia adotada por Caio Júnior, que privilegiaria um futebol mais ofensivo e de posse de bola. No entanto, o time titular é o mesmo dos tempos de Joel Santana e alguns vícios permanecem, como a incessante busca pela jogada aérea para o atacante Loco Abreu. O novo técnico pede mais tempo para treinamentos. Enquanto isso, cabe aos jogadores mudar de postura.

"O time está viciado na jogada aérea. Com a filosofia do Caio Junior, a equipe melhorou muito a posse de bola. Mas temos que acertar algumas coisas que ainda estamos pecando", pediu Jefferson.

Com relação ao time que caiu contra o Flamengo, a única alteração deve ser a volta de Márcio Azevedo à lateral-esquerda, com Somália sacado da equipe. O Botafogo terá: Jefferson; Alessandro, Antônio Carlos, João Filipe e Márcio Azevedo; Marcelo Mattos, Arévalo, Bruno Tiago e Everton; Herrera e Loco Abreu.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa do BrasilBotafogo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.