Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Rubens Chiri / São Paulo
Rubens Chiri / São Paulo

Jejum de 16 anos faz São Paulo encarar o Paulistão como uma 'Copa do Mundo'

Clube tricolor já vive seu maior período sem conquistar o estadual em toda a história, desde 2005

Redação, O Estado de S.Paulo

13 de maio de 2021 | 05h00

Uma 'Copa do Mundo'. É desta forma que a diretoria do São Paulo quer que o time encara o mata-mata do Campeonato Paulista Sicredi 2021 que vai ter início nesta sexta-feira, às 21h30, no Morumbi, diante da Ferroviária, quando estará em jogo uma vaga na semifinal.

O motivo de tanta pressão é o fato de que o último título estadual foi conquistado há 16 anos. A vontade de acabar com este jejum é tão grande que o técnico Hernán Crespo até poupou dez dos 11 titulares no jogo de quarta-feira, em Montevidéu, no Uruguai, diante do Rentistas, pela Copa Libertadores.

A única vez que o São Paulo ficou tanto tempo sem conquistar um título foi de 1957 a 1970, período em que foi construído o Morumbi e o clube injetou todas as suas economias na obra. Com esta falta de títulos, a equipe tricolor fica próxima de repetir seus principais rivais que também tiveram período de seca de conquistas.

O Corinthians ficou sem ser campeão estadual de 1954 a 1977, enquanto o período do Santos foi de 1984 a 2004. Já o Palmeiras batalhou por uma conquista do Paulistão de 1976 a 1993.

Mas para o duelo com a Ferroviária, Crespo não deverá contar com sua força máxima, pois Daniel Alves, Luciano e Eder passaram a semana toda em tratamento e não deverão ser relacionados para a partida. Crespo orienta um treino nesta quinta-feira, às 10h30, e também na sexta-feira no mesmo horário, quando vai definir a escalação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.