Diego Vara / Reuters
Diego Vara / Reuters

Jejum de vitórias e gols reduz premiação e impõe rota mais longa ao Corinthians na Copa do Brasil

Após terminar Brasileirão apenas como o 12º lugar, equipe terá que jogar primeiras fases do mata-mata nacional

Leandro Silveira, O Estado de S.Paulo

26 de fevereiro de 2021 | 05h00

A pior sequência do Corinthians sob o comando de Vagner Mancini vai custar caro. Ao empatar por 0 a 0 com o Internacional, no Beira-Rio, na noite de quinta-feira, no Beira-Rio, o time ampliou a cinco a série de jogos sem vitórias. E fechou o Brasileirão em uma modesta 12.ª colocação.

O Corinthians chegou à rodada final do Brasileirão já sem chances de classificação à Copa Libertadores de 2021, mas garantido na Sul-Americana. Mas se tivesse vencido, fecharia a competição na décima colocação, posição em que começou a rodada. Se na prática a situação pode fazer pouca diferença, nos bolsos o peso é de R$ 5,2 milhões, em função da premiação distribuída pela CBF - o clube receberá R$ 14 milhões pelo 12.º lugar.

Além disso, se tivesse conquistado a nona posição, algo que se tornou impossível com os resultados da rodada, entraria na Copa do Brasil na terceira fase. Agora, então, terá de iniciar a sua participação logo na primeira etapa do torneio, o qual disputará após ser vice-campeão estadual em 2020.

O Corinthians não vence desde 3 de fevereiro, quando derrotou o Ceará por 2 a 1. Depois disso, empatou com o Athletico-PR por 3 a 3, perdeu para Flamengo, por 2 a 1, e Santos, por 1 a 0, e não saiu do 0 a 0 com Vasco e Internacional. Está, assim, sem marcar gols desde os 20 minutos do primeiro tempo do revés para o Flamengo.

Ainda assim, Mancini ficou satisfeito com o desempenho do time no empate com o Inter no Beira-Rio. "Jogo tenso, de carga emocional muito alta, as duas equipes brigando em campo. Foi um jogo extremamente disputado. Achei que na parte tática, o Corinthians foi extremamente aplicado. Fez aquilo que estava determinado e, por isso, teve uma boa participação na partida", disse.

Sem tempo para descanso, o Corinthians buscará reagir já no próximo domingo, quando vai receber o Red Bull Bragantino, na Neo Química Arena, pela primeira rodada da fase inicial do Campeonato Paulista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.