Eric Gaillard / Reuters
Eric Gaillard / Reuters

Jemerson chega ao Brasil para assinar com Corinthians: 'Não pensei duas vezes'

Zagueiro rescindiu contrato com o Monaco e e deve ser titular da equipe paulista ao lado de Gil

Redação, O Estado de S.Paulo

03 de novembro de 2020 | 14h01

Jemerson já está no Brasil. O zagueiro desembarcou nesta terça-feira no País e, mesmo antes de assinar contrato com o Corinthians, não escondia a ansiedade. Ele estava no Monaco e chega para formar dupla com o experiente Gil.

"É uma oportunidade boa. Quando você passa muito tempo parado e aparece uma oportunidade dessa, não pode deixar escapar. O Corinthians é um time enorme mundialmente, então não pensei duas vezes", disse o defensor.

O zagueiro garante não se preocupar com a má fase corintiana no Brasileirão. Diz que acontece em todo clube grande e só tem um pensamento em mente: "quero jogar, agora é recuperar o tempo perdido e ajudar a equipe do Corinthians. Venho focado a fazer uma boa temporada".

Jemerson estava apenas trabalhando a forma física no Monaco. Fazia um treino diário de duas horas. Garante, contudo, que rapidamente estará à disposição do técnico Vágner Mancini. "Estou bem, sinto apenas um pouco da falta desse ritmo intenso de treino. Mas espero estar bem o mais rápido possível."

Ele elogiou os companheiros de defesa, reconheceu que atuará ao lado de "jogadores de seleção", casos de Cássio, Fagner e Gil e aposta que isso ajudará bastante na adaptação.

Do atual elenco ele já trabalhou com Michel Macedo e Jô no Atlético-MG. O atacante, por sinal, vem sendo seu "conselheiro" de Corinthians. "Já trocamos mensagens esses dias e ele já me passou algumas coisas do Corinthians, como é a rotina, o dia a dia, coisas de jogador."

Jemerson vem por empréstimo até 30 de junho e disposto a mostrar serviço para ser adquirido em definitivo. E já se denominou à torcida como "mais um louco para o bando de loucos".

Tudo o que sabemos sobre:
Corinthiansfutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.