Marcos de Paula/Estadão
Marcos de Paula/Estadão

Jérôme Valcke fará nova vistoria no Brasil a partir de segunda-feira

Secretário-geral da Fifa visitará as sedes de Rio, Curitiba e São Paulo e ficará até sábado para o sorteio dos grupos da Copa das Confederações

AE, Agência Estado

23 de novembro de 2012 | 19h53

O secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, confirmou nesta sexta-feira que fará na semana que vem uma nova vistoria nas obras da Copa do Mundo de 2014. Em visita ao Brasil, ele passará por três sedes da competição: Rio, Curitiba e São Paulo.

Durante o ano, Valcke vem fazendo visitas regulares ao Brasil para acompanhar a preparação para a Copa. Esteve nas sedes, viu o andamento das obras e conversou com as autoridades locais. Agora, fará a última vistoria de 2012.

Dessa vez, a visita começa na segunda-feira no Rio, quando a comitiva irá visitar as obras do Maracanã. No dia seguinte, o grupo vai para Curitiba, onde os governantes locais vão apresentar o renomado serviço de transporte público da cidade.

Para encerrar, a vistoria passa por São Paulo na quarta-feira, dia em que está programada uma visita ao canteiro de obras do Itaquerão e uma reunião do Comitê Organizador Local da Copa (COL) no Centro de Convenções do Anhembi.

Junto com Valcke, a comitiva nas vistorias pelas três sedes do Mundial também terá a presença do ministro do Esporte, Aldo Rebelo, e dos ex-jogadores Ronaldo e Bebeto, ambos membros do Conselho de Administração do COL.

Depois das vistorias, Valcke ficará em São Paulo até sábado, quando será realizado o sorteio dos grupos da Copa das Confederações de 2013 - a competição também será disputada no Brasil, como preparação para o Mundial de 2014.

Na visita anterior ao Brasil, há cerca de um mês, quando fez vistoria em Belo Horizonte e Porto Alegre, Valcke teve uma infecção renal e precisou ficar quatro dias internado num hospital do Rio, atrapalhando sua programação.

Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa de 2014Valcke

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.