Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

Jérôme Valcke promete ingressos a operários e elogia Itaquerão

'Esse estádio é um grande projeto e está dentro do cronograma', disse secretário-geral da Fifa

Paulo Favero, Agência Estado

28 de novembro de 2012 | 12h33

SÃO PAULO - O secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, esteve presente no Itaquerão na manhã desta quarta-feira, em São Paulo, durante visita de comitiva da entidade, de autoridades e de membros do Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo de 2014, e garantiu a alegria de operários que trabalham nas obras do estádio que receberá o jogo de abertura da competição no Brasil.

O dirigente dividiu as atenções com Ronaldo e Bebeto, ex-jogadores que são membros do COL, ao prometer dar entradas do Mundial para funcionários que trabalham no local. "Vocês vão receber dois ingressos para um jogo da Copa", disse Valcke, para em seguida ser bastante aplaudido, durante a visita de mais de meia hora de duração que contou com representantes da Fifa, do governo federal e do COL no Itaquerão.

O futuro estádio do Corinthians, por sinal, recebeu elogios de Valcke pelo bom andamento das suas obras, sendo que a data prevista para que o local esteja pronto é dezembro do ano que vem. "Vimos o comprometimento de cada um nesta obra, esse estádio é um grande projeto e está dentro do cronograma", ressaltou o dirigente.

Para completar a alegria dos operários, que puderam ocupar uma área destinada a autoridades nesta quarta, eles tiraram fotos com Bebeto e Ronaldo. E os dois ex-jogadores também exibiram orgulho com o bom andamento das obras do Itaquerão, que será um dos principais palcos da Copa de 2014.

"É a primeira vez que estou aqui, e fico muito feliz e orgulhoso, acho que vamos conseguir realizar o melhor Mundial da história", afirmou Bebeto. "Esse é o último estádio que estamos visitando e para mim é o mais especial. O Corinthians foi minha casa nos últimos anos de carreira e dá pra ver que isso é um projeto social muito importante para a Zona Leste (de São Paulo), que ganhará muito com o estádio. Os operários são os grandes protagonistas, o estádio está lindo", completou Ronaldo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.