Rodrigo Coca/ Agência Corinthians
Rodrigo Coca/ Agência Corinthians

Jô cita cansaço e diz que Corinthians precisa melhorar na base da conversa

'Atrapalha, mas não é motivo para baixarmos a guarda', afirma atacante

Redação, O Estado de S.Paulo

11 de setembro de 2020 | 05h00

O atacante falou que o calendário apertado tem atrapalhado neste início de Campeonato Brasileiro, mas não pode ser desculpa para o Corinthians "abaixar a guarda". A equipe vem pressionada, com apenas nove pontos em oito jogos, perto da zona de rebaixamento. Por causa da sequência de partidas, Jô acredita que o time precisa evoluir "na base da conversa". 

"A melhora terá de ser na base da conversa, até porque mal temos tempo para treinar. Um jogo atrás do outro, uma sequência muito intensa. O cansaço atrapalha, mas não é motivo para baixarmos a guarda. É começo de campeonato, temos que conversar bastante para evoluir", disse o atacante.

Jô lamentou a derrota por 2 a 0 no clássico contra o Palmeiras, na Neo Química Arena, pela nona rodada do Brasileirão. Aos 41 minutos do primeiro tempo, o lateral-direito Fagner colocou o braço na bola, cometeu pênalti e foi expulso. Na cobrança, o rival abriu o placar e depois ampliou na etapa final.

"Tínhamos até um jogo controlado no primeiro tempo, bola na trave do Otero. Com a expulsão, fica difícil. Estamos correndo, nos dedicando, mas os resultados não estão vindo. E a cobrança é natural", analisou Jô.

Sem vencer há duas partidas, o Corinthians volta a campo no domingo, às 16h, contra o Fluminense. O confronto será relizado no Maracanã e é válido pela décima rodada do Campeonato Brasileiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.