Jô está voltando ao time titular

Jô está voltando a ganhar moral no Corinthians. Na verdade, nunca perdeu. Mesmo após ter deixado a vaga de titular para o estabanado Bobô, Jô não entrou na lista dos "dispensáveis", como chegou a ser especulado nos últimos dias. Pelo menos foi o que garantiu nesta sexta-feira o técnico Daniel Passarella. "Em nenhum momento foi falado que o Jô poderia sair. Nem o Kia (Joorabchian), nem o Paulo Angioni, nem ninguém, nunca falou que ele poderia sair do Corinthians", disse o treinador.Passarella rasgou elogios a Jô. Disse que o garoto tem futuro. Vai escalá-lo no mistão que enfrenta amanhã a Portuguesa Santista, em Santos, mas com cuidado. A intenção é apenas dar a ele um pouco mais de ritmo de jogo para encarar o Figueirense, quarta-feira, pela Copa do Brasil - a partida que realmente vale para o Corinthians. "A idéia é que o Jô jogue o primeiro tempo e mais um pouquinho do segundo", diz Passarella.Jô sabe que só ganhará uma chance no time que enfrentará o Figueirense porque Bobô está com a Seleção Brasileira Sub-20 disputando um torneio no Chile e Gil ainda não se recuperou de uma lesão na coxa direita. Jô, porém, não se acomoda com a situação de reserva. Quer dar logo a volta por cima. "Sei que só depende de mim. Vou ter dois jogos para mostrar minhas qualidades. Se fizer pelo menos um gol, volto a ganhar espaço", diz o atacante, de 18 anos.Ele ouviu os boatos de que poderia ser dispensado, assim como outros jogadores. O Flamengo seria um dos clubes interessados em seu futebol. "Não recebi nenhuma proposta, mas fico feliz de saber que tem times que gostariam de me contratar", diz Jô. Ele garante, porém, que quer ficar no Parque São Jorge. "Este é o clube onde fui criado."A maior dúvida de Jô é quem será seu colega de ataque no domingo, no jogo que não vale absolutamente nada para o Corinthians mas servirá como teste para outros garotos que pretendem se manter no elenco para o segundo semestre. Durante a semana, Passarella testou Wilson e Elton. Um dos dois será o colega de Jô.O técnico não quis abrir o jogo. Prefere esconder a escalação. Mas tudo leva a crer que deverá mandar a campo o seguinte time: Tiago; Marinho, Wendel e Marcus Vinícius; Bruno Octávio, Rosinei, Hugo, Dinelson e Fininho; Elton (Wilson) e Jô.Desses, Elton, Dinelson e Wilson pintam como os favoritos a deixar o Parque São Jorge na próxima semana, assim como o reserva Ronny. O elenco está inchado com mais de 30 atletas e Passarella quer trabalhar com 28 no máximo. Uma reunião na segunda-feira definirá quais serão dispensados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.