Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Jô não descarta volta ao Corinthians, mas diz que só haverá chance em 2021

Atacante, atualmente no futebol japonês, desconversou sobre a possibilidade de retornar ao clube paulista neste momento

Redação, Estadao Conteudo

18 de abril de 2020 | 21h26

Em isolamento social na sua residência no Rio, participou neste sábado de uma "live" de uma página ligada ao Manchester City no Instagram. Mas comentou mesmo sobre o Corinthians. Aos 33 anos, desconversou sobre a possibilidade de retornar ao clube paulista, lembrando que está vinculado ao Nagoya Grampus, do Japão.

"Tenho contrato ainda com o clube no Japão, como deixo claro nas entrevistas. Não tenho como cravar nada agora, ninguém sabe quando vai voltar o futebol. Temos que esperar, ver o que vai acontecer mais para frente. Não tem jeito", afirmou, durante a transmissão.

Jô, porém, reconheceu ser possível um cenário diferente para 2021, pois seu contrato com o clube japonês se encerrará ao fim de 2020. Mas considerou ser precipitado realizar qualquer comentário nesse momento.

"O ano que vem já há uma possibilidade de pensar, mas temos que esperar, ver como vai se desenrolar a situação do coronavírus, que está atrasando a vida de todos que gostam de futebol. Não só no futebol, claro, no mundo", acrescentou.

Formado nas divisões de base do Corinthians, Jô soma 43 gols marcados em 179 partidas disputadas pelo clube. O centroavante deixou o clube em 2005, fazendo seu retorno em 2017, quando se destacou nas conquistas do Campeonato Paulista e do Brasileirão, torneio que já havia vencido em 2003 e 2005, respectivamente.

Recentemente, o diretor de futebol do Corinthians, Duílio Monteiro Alves, ao negar a possibilidade de contratar Keno e Roger Guedes, disse que o clube não planeja a chegada de novos reforços para 2020. O cenário, porém, poderia ser diferente em 2021, ainda mais porque os vínculos dos dois centroavantes do elenco, Boselli e Vagner Love, se encerram ao fim desta temporada - Gustavo está emprestado ao Internacional.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.