Reprodução
Reprodução

Jô é flagrado em samba durante derrota do Corinthians e dirigente promete conversa: ‘Inaceitável’

Imagens do atacante, que se recupera de problema físico, com amigos enquanto o time paulista jogava em Cuiabá, pelo Brasileirão, circularam nas redes sociais nesta terça-feira; jogador possui histórico de problemas extracampo

Redação, Estadão Conteúdo

08 de junho de 2022 | 09h31

A derrota do Corinthians para o Cuiabá, na noite desta terça-feira, acabou sendo ofuscada nas conversas e discussões dos torcedores por um vídeo que viralizou logo após a partida disputada na Arena Pantanal. Nele, o atacante aparece numa roda de samba com amigos em São Paulo justamente enquanto o time paulista jogava em Cuiabá, pelo Brasileirão.

Jô se recupera de problema físico e não foi relacionado para a partida fora de casa. Mesmo assim, o vídeo gerou rápida reação da torcida. E também por parte do clube. "Vamos analisar o vídeo com calma e falar com o jogador assim que chegarmos ao CT amanhã (quarta)", afirmou o gerente de futebol do Corinthians ao site Meu Timão.

"Se o contexto do vídeo for mesmo esse que chegou a nós, eu classifico como inaceitável esse tipo de comportamento. Não é algo correto, não é compatível com um atleta profissional. Vamos posicionar vocês (imprensa) direitinho na sequência", prometeu Alessandro.

O vídeo já havia viralizado logo após a partida e foi alvo de perguntas dos jornalistas ao técnico Vítor Pereira. "Não queria (falar) assim, aqui, antes, sem tempo para saber direito o que aconteceu. Prefiro ter tempo e poder comentar depois, até pra discutir internamente o que acontece", desconversou o treinador português.

"Não quero falar aqui sem o conhecimento, só porque me disseram que aconteceu. Preciso de tempo para analisar a situação e depois me pronuncio sobre o acontecimento", completou o técnico corintiano.

Histórico de pôlemicas

Jô tem acumulado polêmicas nesta sua terceira passagem pelo clube paulista, no qual foi revelado. Em março, ele foi multado por ter se ausentado de dois treinos seguidos porque comemorou seu aniversário de 35 anos fora da cidade e voltou a tempo para se apresentar ao time em São Paulo. Na época, estava machucado e precisava retomar o tratamento.

Em junho do ano passado, entrou em campo com uma chuteira verde, que ele alegou ser azul, e foi alvo da torcida e de uma multa por parte do clube. Meses antes, publicou fotos em um hotel com Otero, ex-jogador do Corinthians, em meio a um surto de covid-19 no elenco da equipe.

No fim do ano, a polêmica foi familiar. Ele teria "desaparecido", sem manter contato com a esposa por quatro dias. Pelas redes sociais, chegou a anunciar o fim do seu casamento.

Tudo o que sabemos sobre:
Corinthiansfutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.