Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Jô se esquiva sobre o futuro e não garante permanência no Corinthians

Atacante tem contrato até 2020, mas diz que ainda é cedo para falar da próxima temporada

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

14 de setembro de 2017 | 17h35

Artilheiro do Corinthians na temporada, Jô não quer pensar no futuro, inclusive se continuará no clube na próxima temporada. Com contrato até 20120, a preocupação do corintiano é ajudar a recolocar a equipe no caminho das vitórias.

O jogador chegou a ser sondado durante a abertura da janela de transferências para o futebol europeu, mas as conversas não evoluíram e ele decidiu permanecer, pelo menos até o fim do ano.

“Pela realidade do futebol hoje, penso até o final do ano. Penso em ficar no Corinthians, claro, mas depois vamos pensar melhor, se vai haver propostas ou não. Vamos sentar e conversar. Não posso garantir uma coisa e, lá na frente, acontecer outra situação. Tenho três anos de contrato e quero ficar até o fim, mas não posso dar 100%. Depois acontece algo, e aí serei cobrado”, explicou o atacante.

Em relação ao momento da equipe, o artilheiro corintiano acredita que a margem de erro chegou ao fim e a esperança é que o time volte a apresentar um bom futebol e vença o Vasco neste domingo, às 16h, na Arena Corinthians.

“A nossa margem de erro já foi, porque construímos um primeiro turno muito bom. Se conseguimos essa vantagem, é porque trabalhamos. É só ligar esse alertinha, que é algo normal no futebol brasileiro. São sete pontos, está tranquilo ainda, mas se bobear, diminui a vantagem”, alertou.

Tudo o que sabemos sobre:
Corinthiansfutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.