Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Jô sofre estiramento na coxa e vira desfalque do Corinthians por dez dias

Atacante sofreu a contusão durante o treinamento realizado na última quarta-feira

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

28 de setembro de 2017 | 14h55

O atacante Jô sofreu um estiramento na coxa esquerda e será desfalque do Corinthians por cerca de dez dias. Assim, ele não vai enfrentar o Cruzeiro, domingo, às 16h, no Mineirão. O jogador de 30 anos deixou o treinamento na quarta-feira pela manhã antes do término da atividade alegando dores no local e nesta quinta-feira um exame constatou o problema físico.

+ Corinthians confirma que disputará a Florida Cup em 2018

Sem , o técnico Fábio Carille deve escalar Kazim entre os titulares e na quarta-feira já chegou a testar um time no 4-4-2, tendo Romero e Kazim mais à frente. O curioso é que na quarta-feira, a informação divulgada pelo clube era que Jô deixou a atividade apenas por cansaço e que não havia qualquer problema físico.

A boa notícia é que, caso se confirme o prazo dado pelos médicos do clube, Jô será desfalque por apenas um jogo, pois após a rodada deste final de semana, o Campeonato Brasileiro será paralisado para a disputa das Eliminatórias para a Copa do Mundo. O próximo jogo corintiano será só dia 11 de outubro, contra o Coritiba, na Arena Corinthians

A lesão de Jô se torna um grande problema para Carille tendo em vista que Kazim não tem entrado bem quando ganha oportunidades e a outra opção como centroavante é o jovem Carlinhos, que ainda é visto pela comissão técnica como inexperiente.

+ Corinthians já inicia planejamento para a próxima temporada

Por enquanto, Jô deve ser a única ausência dentre os possíveis titulares para a partida contra o Cruzeiro. O Corinthians treina nesta quinta-feira, quando Carille deve comandar mais um treinamento e confirmar se manterá o time no 4-5-1 ou apostará no 4-4-2. 

 

Tudo o que sabemos sobre:
Corinthiansfutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.