João Carlos admite que errou

A defesa do Corinthians foi considerada a grande culpada pela derrota para o Grêmio por 3 a 1 pelos torcedores. Principalmente o zagueiro João Carlos, que perdeu a bola para Marcelinho Paraíba no lance que resultou no segundo gol do Grêmio. O jogador admitiu a falha, que praticamente decidiu a vitória do adversário e ofuscou seu bom desempenho no primeiro semestre. "Errei mesmo; vi o Scheidt sozinho e tentei passar para ele, mas toquei muito fraco na bola e o Marcelinho conseguiu roubar", explicou.João Carlos não aceitou, no entanto, que a responsabilidade pela derrota fosse jogada toda em cima dos zagueiros. Pelo contrário, disse que os erros começaram na frente. Segundo ele, o meio-de-campo e o ataque falharam na marcação, o que acabou sobrecarregando a defesa. Os companheiros e o técnico Wanderley Luxemburgo preferiram inocentá-lo e dividir a culpa pela derrota. "Todos fomos mal", resumiu o meia Ricardinho. "Tivemos a pior atuação dos últimos tempos", completou Ewerthon.O zagueiro foi comprado do Cruzeiro em 1999 e, no ano passado, teve desempenho muito fraco e perdeu o lugar no time. Só não deixou o Parque São Jorge por falta de propostas. Quando Luxemburgo retornou ao Corinthians, em fevereiro, João Carlos voltou a ter chances, recuperou-se e ganhou novamente espaço entre os titulares. Apesar da fraca atuação deste domingo, ele é um jogador de confiança do treinador e deverá ser mantido como titular no segundo semestre.

Agencia Estado,

17 de junho de 2001 | 20h39

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.