Vitor Silva/Botafogo
Vitor Silva/Botafogo

João Paulo pede menos oscilação para o Botafogo se desgarrar da zona da degola

'Precisamos ser mais consistentes', diz o volante, já projetando o confronto contra o Corinthians

Redação, Estadão Conteúdo

20 de novembro de 2019 | 20h27

O volante João Paulo, do Botafogo, em entrevista coletiva concedida nesta quarta-feira, opinou que a sua equipe precisa pôr fim às oscilações para melhorar e conseguir se desgarrar da parte de trás da tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. Ele também comentou sobre o próximo adversário, o Corinthians.

Titular durante quase toda a campanha do time na competição, João Paulo lembrou que a regularidade é qualidade vital para quem quer se dar bem em uma disputa de longa duração, o que, salienta, ainda não aconteceu com os cariocas este ano.

"Precisamos ser mais consistentes, não oscilar tanto. Sabe-se que em pontos corridos você tem que ter uma boa sequência de dois ou três jogos para se manter ou subir na tabela, e a gente poucas vezes conseguiu emendar duas vitórias", argumentou.

De fato, a campanha da equipe de General Severiano no Brasileirão deste ano jamais registrou uma sequência de três triunfos. Para além disso, o meio campo aponta uma irregularidade que tem a ver com falhas na concentração da equipe.

"A gente tem oscilado até mesmo dentro do jogo, como aconteceu na partida contra o Athletico-PR, e é coisa que não pode acontecer. Isso pode ser fatal, ainda mais jogando fora de casa, contra um adversário perigoso", destacou.

O foco do Botafogo passa a ser o Corinthians, em jogo marcado para este domingo no Engenhão, às 18 horas, pela 34.ª rodada. "É uma equipe que se destaca por sua solidez defensiva, tem sido assim nos últimos anos. Eles também têm oscilado no campeonato, como grande parte dos times, e a gente sabe dos pontos fortes e não tão fortes deles", concluiu João Paulo.

O time carioca ocupa a 14.ª colocação na tabela de classificação e está com 36 pontos, apenas um à frente do primeiro time da zona da degola, o Fluminense, que está em 17.º.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.