Jobson admite expectativa por retorno no Botafogo

Suspenso do futebol por uso de doping, em setembro do ano passado, o atacante Jobson vive os últimos dias de seu pesadelo. Com a punição chegando ao fim no próximo dia 6 de março, o jogador do Botafogo já pensa no retorno aos gramados e não esconde a ansiedade por poder voltar a jogar.

AE, Agência Estado

15 de fevereiro de 2012 | 16h00

"Tenho treinado muito. Não é a mesma coisa de jogar, mas venho trabalhando muito para, quando acabar a punição, poder voltar com tudo", declarou. "Fica aquela expectativa. Não vejo a hora de jogar", completou.

Jobson ganhou destaque no final de 2009, quando apareceu com a camisa do Botafogo. Após diversos casos de indisciplina, foi afastado e só recebeu uma nova chance no ano passado, quando foi emprestado ao Bahia. No entanto, ele voltou a se envolver em polêmicas e acabou dispensado.

Nesta temporada, o Botafogo deu uma nova chance ao jogador, que, até o momento tem correspondido. Presente nos treinamentos, sem envolvimento em problemas extracampo, Jobson ganhou o respeito de seus companheiros, que também esperam ansiosamente por seu retorno.

"A entrada do Jobson vai nos dar ainda mais qualidade e somar muito. Estou ansioso para que ele possa estrear e nos ajudar. É um garoto que está treinando com muita vontade de dar a voltar por cima. E a gente sabe que potencial ele tem. A dor de cabeça vai ficar para o Oswaldo (Oliveira, técnico) mesmo", disse o volante Renato.

Sem atuar desde agosto do ano passado, quando ainda estava no Bahia, o atacante sabe que precisará reconquistar seu espaço no clube e disse que não se incomoda em começar entre os reservas. "Não me incomodo de ficar no banco. O importante é voltar a jogar. Só de voltar já estará bom demais", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBotafogoJobson

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.