Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

Jobson celebra volta ao Santos: 'Foi onde aprendi tudo que sei'

Volante de 23 anos ex-Red Bull retorna à equipe depois de se destacar no Campeonato Paulista

Redação, Estadão Conteúdo

17 de abril de 2019 | 12h28

Demorou, mas Jobson retornou ao Santos. Após dar os seus primeiros passos no futebol na escolinha "Meninos da Vila", o volante foi anunciado como reforço do clube na última terça-feira, após se destacar pelo Red Bull Brasil no Campeonato Paulista. E em suas primeiras palavras como jogador do clube relembrou essa trajetória. "Comecei com 8, 9 anos", disse, em entrevista à Santos TV, o canal de vídeos do clube no YouTube.

Jobson destacou que aquele período em que jogou na escolinha santista foi marcante e importante para o desenvolvimento da sua carreira. "Foi onde eu aprendi tudo que eu sei, sou muito grato. Estou muito contente, tive algumas saídas, mas não deixei minha vivência com meu professor e a escolinha, que já vim visitar. O Santos teve uma passagem na minha vida, sempre esteve perto. O professor me acompanha até hoje", afirmou.

Confirmado como reforço na terça-feira, Jobson assinou um contrato válido por cinco anos com o Santos. O volante ainda não teve o seu contrato regularizado, o que impede o seu aproveitamento no duelo desta quarta com o Vasco, na Vila Belmiro, o primeiro da quarta fase da Copa do Brasil.

A expectativa é para que Jobson seja apresentado pelo Santos nos próximos dias. E, se for inscrito no BID da CBF, poderá ser usado no confronto de volta com o Vasco, na próxima quarta, em São Januário. O jovem, de 23 anos, apontou que realizará vários sonhos quando passar a atuar pelo time.

"A gente sempre sonha, qualquer menino que começa a jogar futebol sonha o que os grandes vivenciaram e jogar nos gramados onde os melhores jogaram. É a realização de um sonho, estou muito feliz. Agradeço a Deus e a minha família por estar do meu lado me ajudando. Hoje eu posso estar pisando no mesmo gramado que os grandes pisaram", acrescentou.

Jobson, de 23 anos, se profissionalizou pelo Palmeiras, depois passando, por empréstimo, no futebol paulista por Santo André e Nacional. E em 2017 e 2018 defendeu o Náutico, antes de se transferir ao Red Bull Brasil.

No Santos, Jobson chega para aumentar a concorrência numa função que tem Alison e Diego Pituca como titulares com o técnico Jorge Sampaoli e Jean Lucas, que também chegou ao time em 2019, como reserva imediato da dupla. Yuri Lime é a outra opção do treinador para a função.

Com Jobson, o Santos já chega a oito reforços anunciados para a temporada 2019. Os outros foram o meia-atacante Soteldo, o zagueiro Felipe Aguilar, o goleiro Everson, o meia Cueva, Jean Lucas, e os laterais-esquerdos Felipe Jonatan e Jorge.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.