Jobson é afastado por indisciplina e pede desculpas

Atacante do Botafogo treina separado e é dúvida para jogo contra o Internacional no domingo

AE, Agência Estado

15 de novembro de 2010 | 19h43

Jobson, suspenso pela diretoria do Botafogo, em jogo contra o Avaí. Foto: Cristiano Andujar/Photocamera/Divulgação.

 

RIO - Jobson criou mais um problema no Botafogo. Depois de faltar ao treino de sexta-feira, o atacante foi punido pela diretoria e, além de pagar uma multa, passa a treinar em separado do grupo por tempo indeterminado. Sua presença no jogo contra o Internacional, no próximo fim de semana, não está garantida.

Nesta segunda, Jobson falou sobre mais uma confusão em sua passagem pelo clube.

Ele disse que faltou à atividade porque perdeu a hora. "Dormi demais e faltei ao treino. Fui punido. Nunca fiz isso na minha vida, foi a primeira vez. Já pedi desculpas a todo o grupo. Nesta resta final, a gente não tem que ficar com estas polêmicas. Temos que focar no objetivo, que é classificar para a Libertadores", disse à Rádio Brasil. Mas ele não quis comentar sobre o motivo que o fez dormir além da conta. "Sobre isso não tenho o que falar."

No ano passado, o jogador foi suspenso pelo uso de cocaína e confessou ter feito uso de crack. Com a pena reduzida para seis meses, pôde retornar aos campos e o Botafogo decidiu lhe dar uma nova oportunidade. "Ele tem que saber o que quer e talvez acorde (com a punição). Não sei até quando ele ficará treinando separado, mas a utilização dele contra o Internacional dependerá do departamento de futebol", disse o presidente do Botafogo, Maurício Assumpção.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.