Vitor Silva/ SSPress /Botafogo
Vitor Silva/ SSPress /Botafogo

Jobson, ex-Botafogo, é detido por suspeita de envolvimento com tráfico de drogas

Atacante de 34 anos, com longo histórico de problemas, foi liberado pelas autoridades na quinta-feira, em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro

Redação, O Estado de S.Paulo

06 de maio de 2022 | 16h43

O atacante Jobson, com passagens por clubes como Botafogo, Atlético-MG e Bahia, foi levado a uma delegacia na quinta-feira, em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro, devido a uma investigação a respeito do tráfico de drogas na região. Policiais do 33º BPM encontraram dois suspeitos em uma casa com 16 trouxinhas de maconha e 12 pinos contendo pó branco. 

Durante a abordagem, um dos detidos recebeu uma mensagem de Jobson no celular em que o atacante dizia que estava levando arma e drogas da cidade do Rio para Angra dos Reis. Depois da ação na casa, os policiais localizaram o jogador e levaram os três à 166 DP. Jobson foi liberado e não estava com posse de armas ou drogas. Os outros dois suspeitos foram presos.

Jobson acumula um longo histórico de problemas nos últimos 15 anos. Depois de testar positivo para cocaína em 2009 e ficar seis meses fora do futebol, foi novamente punido por ter se recusado a realizar exame antidoping quando atuava na Arábia Saudita, em 2014. Em 2011, já no São Caetano, foi acusado de agredir a mulher. Também foi detido por desacato em uma blitz no ABC. Antes desse episódio, ele havia “desaparecido” do clube por 15 dias.

Em 2016, a Polícia Civil prendeu Jobson sob acusação de estuprar quatro adolescentes em Conceição do Araguaia, no Pará. Jobson foi detido em sua chácara, em Couto Magalhães, no Tocantins. Em setembro do mesmo ano, Jobson foi liberado mediante o pagamento de fiança, mas descumpriu pelo menos duas das medidas impostas pela Justiça na época e retornou à cadeia em junho do ano seguinte. Em agosto de 2017, foi novamente solto, sob monitoramento de uma tornozeleira eletrônica, mas deixou a área estabelecida em diversas oportunidades e, por isso, foi mais uma vez detido já em setembro.

Por vários clubes, também enfrentou casos de indisciplina. Jobson, de 34 anos, começou sua carreira no Brasiliense e passou também por Santa Maria-DF, Jeju United, da Coreia do Sul, Botafogo, Atlético Mineiro, Bahia, Grêmio Barueri, São Caetano, Al-Ittihad, da Arábia Saudita, Brasiliense, Portuguesa-RJ, Independente-PA, Campinense e União Cacoalense.

Tudo o que sabemos sobre:
futeboltráfico de drogas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.