Divulgação
Divulgação

Joe Hart diz que não pode se acomodar no gol da Inglaterra

'Sei que se deixar o nível cair, existem jogadores muito bons prontos para tomar o meu lugar', afirmou

Agência Estado

30 de maio de 2014 | 16h52

LONDRES - O atual goleiro titular da Inglaterra, Joe Hart, venceu recentemente o Campeonato Inglês com o Manchester City. Com 39 jogos com sua seleção, ele tem a confiança do técnico Roy Hodgson, mas o próprio atleta enfatiza que não pode deixar o seu nível cair para seguir como dono da posição na Copa do Mundo que será realizada no Brasil.

 

"Eu não tenho direito de participar de todos os jogos, seja no Manchester City ou na Inglaterra", enfatizou o camisa 1, em entrevista publicada nesta sexta pelo site oficial da Associação de Futebol da Inglaterra (FA, na sigla em inglês), ao lembrar da qualidade dos companheiros que disputam a vaga no gol da seleção. "Sei que se eu deixar o nível cair, existem jogadores muito bons prontos para tomar meu lugar, tanto no clube quanto na seleção. Eu tenho que continuar me cobrando para dar sempre meu melhor", completou.

 

Apesar da proximidade com a Copa do Mundo, Joe Hart diz que conseguiu manter todo o foco no Manchester City para chegar à conquista nacional. O time foi campeão com apenas dois pontos de vantagem sobre o Liverpool e teve de se esforçar até a última rodada.

 

"Teve muitas conversa sobre a Copa do Mundo, mas eu consegui deixar isso guardado no fundo da minha mente. Agora todo o foco é neste verão (inverno brasileiro), minha vida toda gira em torno disso", disse o goleiro em relação ao Mundial. "Estou muito animado e bastante otimista com os jogadores que nós temos no time", falou Hart.

 

A Inglaterra está em sua fase final de preparação. Eles enfrentam nesta sexta-feira a seleção peruana em Londres no Estádio de Wembley. Depois a equipe segue para Miami, onde vai enfrentar o Equador e Honduras antes de embarcar para o Brasil.

 

O primeiro jogo da Copa para os britânicos será diante da Itália, dia 14 de junho, na Arena Amazônia, em Manaus. No dia 19 eles enfrentam o Uruguai no Itaquerão, em São Paulo, e encerram a primeira fase contra a Costa Rica, dia 24, no Mineirão, em Belo Horizonte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.