Daniel Teixeira/AE - 09/09/2010
Daniel Teixeira/AE - 09/09/2010

Joel decreta fim da margem de erros no Botafogo

Técnico pede tranquilidade para jogo contra o vice-líder Corinthians, às 22h, no Pacaembu

AE, Agência Estado

29 de setembro de 2010 | 08h13

O técnico Joel Santana está angustiado. Os últimos "vacilos" do Botafogo têm afastado o time da zona de classificação para a Copa Libertadores e aumentado a desconfiança da torcida. Para retomar a confiança, a equipe carioca precisa derrotar o Corinthians nesta quarta-feira, às 22 horas (de Brasília, com transmissão do estadão.com.br e da rádio Eldorado/ESPN), no Pacaembu, pelo Campeonato Brasileiro.

Veja também:

linkCorinthians encara o Botafogo em 'decisão' no Pacaembu

Joel Santana decretou que o Botafogo não pode errar mais se quiser ter um fim de ano especial. "A equipe precisa ter mais tranquilidade nos fins de jogos, principalmente quando tem a vantagem. Ainda não digerimos o último jogo (domingo, no Engenhão), nos chateou bastante", disse, referindo-se à partida em que Atlético-PR fez o gol de empate nos minutos finais.

"Mas agora é saber que já passou, temos um compromisso dificílimo contra o líder (sic) do campeonato, que só perdeu uma vez em casa. Estamos tranquilos, sabemos do nosso potencial e da nossa força. Vamos procurar jogar de igual para igual", completou o treinador, confundindo as colocações de Corinthians e Fluminense na tabela.

Em seguida, Joel admitiu que tem dormido mal por causa dos últimos pontos perdidos. "Fico me culpando e estou me cobrando muito. Mas temos 39 pontos a serem disputados. Ainda vai acontecer muita coisa. Espero ganhar o presente no fim do ano."

O lateral-direito Alessandro demonstrou preocupação com a arbitragem, que estará a cargo de Leandro Vuaden. "Sabemos que jogar no Pacaembu é sempre difícil. A torcida faz uma pressão muito grande e, em alguns casos, os árbitros marcam faltas que não acontecem", destacou. "Porém, prefiro deixar essa questão de lado. Prefiro deixar para a imprensa analisar. Não adianta os jogadores reclamarem de uma marcação porque eles não voltam atrás."

CORINTHIANS - Julio Cesar; Alessandro, William, Leandro Castán e Roberto Carlos; Ralf (Paulinho), Jucilei, Elias e Bruno César; Iarley e Jorge Henrique. Técnico: Adílson Batista. 

BOTAFOGO - Jefferson; Fahel, Leandro Guerreiro, Fábio Ferreira e Alessandro; Túlio Souza, Somália, Lúcio Flávio e Marcelo Cordeiro; Herrera e Loco Abreu. Técnico: Joel Santana.

Árbitro - Leandro Pedro Vuaden (RS); Horário - 22 horas de Brasília; TV - Pay-per-view; Rádio - Eldorado/ESPN (AM 700/FM 107,3); Local - Estádio Pacaembu, em São Paulo (SP).


Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato BrasileiroBotafogo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.