Joel diz que início ruim pesou para derrota do Cruzeiro

Depois de ver o Cruzeiro cair por 2 a 0 diante do Atlético-GO, na noite da última quarta-feira, no Serra Dourada, em Goiânia, o técnico Joel Santana afirmou que a atuação ruim no início do confronto foi determinante para a derrota que deixou a equipe mineira na oitava colocação do Campeonato Brasileiro. No caso, o time da casa fez seu primeiro gol logo aos 8 minutos do primeiro tempo, antes de selar o placar no finalzinho do confronto.

AE, Agência Estado

28 de julho de 2011 | 10h36

"Quando você se comporta como nos comportamos nos primeiros 20 minutos, vai tomar o gol. O Cruzeiro é uma equipe que está acostumada a disputar a Libertadores, finais de campeonatos importantes. E, se comportando como aconteceu nos primeiros 20 minutos, você vai oferecer ao adversário a oportunidade de tomar a iniciativa e chegar ao gol. Poderíamos ter até empatado o jogo e chegar à vitória, mas não fizemos o gol quando tínhamos que fazer e acabamos levando o segundo. Uma equipe como a nossa tem que tomar a iniciativa. Não tomamos a iniciativa e pagamos por esse pecado", ressaltou o treinador.

Em seguida, Joel lamentou a instabilidade que o Cruzeiro vem apresentando neste Brasileirão, tendo em vista o fato de que o time vinha de uma vitória por 1 a 0 sobre o líder Corinthians, no Pacaembu. "A equipe saiu de uma partida brilhante e hoje (quarta-feira) as coisas não aconteceram como a gente queria. Mas tem muita coisa ainda pela frente. Não podemos nos empolgar demais com vitórias como a de domingo, e nem desanimar em derrotas como essa. E perdemos para o campeão de Goiás, temos que respeitar", reforçou.

Joel ainda destacou que faltou mais atitude ao Cruzeiro diante do Atlético-GO, diferentemente do que ocorreu na vitória sobre o Corinthians. "Faltou decisão. Lá (no Pacaembu) nós tivemos decisão, aqui não. Um time que não tem decisão sofre isso. Mas vamos procurar endireitar a casa", finalizou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.