Joel elogia equipe e culpa inexperiência por derrota

O brasileiro Joel Santana, técnico da seleção da África do Sul, gostou do desempenho da sua equipe na decisão do terceiro lugar da Copa das Confederações, contra a Espanha. Depois de sair na frente e sofrer a virada, o time africano voltou a empatar, levou o jogo para a prorrogação, mas foi derrotado no tempo extra - o placar final apontou 3 a 2 para os espanhóis.

AE, Agencia Estado

28 de junho de 2009 | 14h39

"Foi uma experiência positiva para nossa seleção. Fizemos muitas jogadas corajosas, e quase conseguimos derrotá-los. Houve um pouco de falta de experiência de nosso time para manter um pouco mais a posse de bola, mas com o tempo nós vamos melhorar isso, a experiência vem com o tempo", disse o treinador.

Apesar de ter citado a inexperiência da equipe, Joel gostou do que viu em campo e vê um futuro promissor para os "Bafana Bafana" na Copa do Mundo de 2010, onde novamente os sul-africanos jogarão em casa.

"Foi uma partida fantástica, um jogo que qualquer equipe poderia ter vencido. A Espanha teve mais sorte nos detalhes, mas podemos dizer que fizemos uma boa participação na Copa das Confederações. "Acho que jogamos muito bem. Estou muito satisfeito com nossa equipe, e esse torneio nós dá um futuro muito promissor", afirmou o técnico.

Joel Santana chegou à Copa das Confederações com o cargo ameaçado e sua situação piorou após o empate sem gols com o Iraque, na estreia pelo Grupo A. Depois, a seleção conseguiu vencer a Nova Zelândia e classificou-se para as semifinais apesar da derrota para a Espanha.

Mas foi nas duas últimas partidas que o treinador caiu nas graças da torcida. Contra o Brasil, armou um time compacto e que poderia ter vencido a seleção de Dunga; no fim, acabou derrotado por 1 a 0, com gol de Daniel Alves em cobrança de falta. Contra a Espanha, os sul-africanos voltaram a jogar bem, mas novamente deixaram a vitória escapar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.