Marcos de Paula/AE
Marcos de Paula/AE

Joel exalta 'heróis' do Botafogo e agradece torcida

'A torcida do Botafogo estava merecendo, três anos é demais. Tínhamos de dar um basta', diz o treinador após os vices

AE, Agência Estado

18 de abril de 2010 | 19h48

O técnico Joel Santana não poupou elogios aos "heróis" do Botafogo, neste domingo, após a vitória sobre o Flamengo, que deu ao time o título da Taça Rio e a taça antecipada do Campeonato Carioca.

Veja também:

link Botafogo bate Flamengo por 2 a 1 e leva taça

"Eles não foram guerreiros, foram heróis. Vão ter guardado para a vida toda que foram campeões em 2010", elogiou o treinador, que já começou a pensar no Brasileirão. "Queremos mais, temos de nos entregar para não cair na mesmice".

Mas, antes disso, Joel quer festejar o seu oitavo título da competição - três pelo Vasco, dois no comando do Flamengo, um no Fluminense e ainda outro, quando treinava o Botafogo em 1997. "Quero ganhar o Carioca por mais dez anos", avisou.

"Falei que agora a festa ia começar. Muitos não acreditaram, agora vou festejar. A torcida do Botafogo estava merecendo, três anos é demais. Tínhamos de dar um basta. Time jogou com muita garra, muita energia, contamina o torcedor e o treinador", comemorou, ao se referir ao tabu diante do Flamengo. O time da Gávea vencera as últimas três edições do estadual justamente sobre o Botafogo.

Joel também celebrou a surpresa do Botafogo neste Carioca, já que era considerado a equipe mais fraca entre os quatro grandes do Rio. "Saímos de situação difícil, ganhamos Taça Guanabara contra dois rivais difíceis e a Taça Rio também. Nossa torcida compareceu, encarou, foi festa magnífica. As duas torcidas ficaram satisfeitas com o jogo. O Flamengo usou as armas dele e eu as minhas. O importante é sermos vitoriosos".

O treinador ainda agradeceu o apoio da torcida. "Nós treinadores estamos acostumados a ser vaiados. Quando a torcida reconhece o trabalho feito é motivo de orgulho, otimismo, fé e agradecimento. Em qualquer trabalho há desconfiança, é preciso ter resultados para dar tranquilidade a todos do clube", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.