Joel mostra orgulho pelo esforço sul-africano e classificação

Treinador diz não escolher Entre Brasil, Itália ou Egito como adversário da semifinal da competição

EFE

20 de junho de 2009 | 18h22

BLOEMFONTEIN - O técnico brasileiro Joel Santana, da África do Sul, disse estar orgulhoso pelo esforço de seus jogadores em campo diante da Espanha e pela classificação às semifinais da Copa das Confederações. Apesar da derrota por 2 a 0 neste sábado, a seleção comandada pelo brasileiro garantiu o segundo lugar no Grupo A.

Veja também:

link Espanha vence, mas África do Sul obtém classificação

Copa das Confederações 2009 - tabela Classificação

Copa das Confederações 2009 - lista Calendário

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"Estou contente, porque a África do Sul se classificou para as semifinais. Isso é um prêmio a nossa boa preparação, à entrega dos meus jogadores, que hoje [sábado] trabalharam duro frente a um adversário muito complicado como a Espanha", assegurou em coletiva de imprensa.

Joel ainda não "escolheu" rivais para a próxima fase do torneio. "Brasil, Itália ou Egito são difíceis, mas temos jogadores e um estilo de jogo para poder ganhar. Devemos entrar em campo com a força dos 'Bafana Bafana' (apelido tradicional da seleção sul-africana)".

O treinador ainda encontrou tempo na coletiva para elogiar a Espanha. "A Espanha tem grande experiência, é a seleção número um do ranking da Fifa. Joga ao estilo do Barcelona, que é campeão da Europa. É muito difícil derrotá-los. Fico com a experiência que tiramos dessa partida, algo que é muito positivo para a competição e também para a Copa do Mundo", completou.

"Vi poucas vezes uma equipe jogar com tanta inteligência e cabeça como a Espanha. Há muita mobilidade entre todos os seus jogadores.

Fariam uma final muito bonita contra o Brasil, que também tem uma grande equipe, mas no futebol há surpresas e os 'Bafana Bafana' podem surpreender", acrescentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.