Joel Santana critica ataque da África do Sul

O técnico brasileiro Joel Santana elogiou nesta quarta-feira a evolução da seleção da África do Sul após a derrota para a Islândia, na terça-feira, por 1 a 0. Mas o afobamento do sistema ofensivo foi lembrado pelo treinador, que não poupou críticas.

AE, Agencia Estado

14 de outubro de 2009 | 15h58

"A última partida foi melhor do que minha primeira, a marcação estava melhor, mas em alguns momentos precisamos tocar mais a bola quando estamos atacando, além de ceder menos espaços para os adversários", afirmou Joel, duramente criticado pela imprensa local após mais uma derrota.

Apesar de lamentar o resultado, o treinador ponderou que os jogadores sul-africanos têm ao menos adquirido experiência internacional. "Obviamente, não estou feliz com as derrotas, mas há um outro ponto de vista. É importante para meus jogadores adquirir experiência no futebol internacional", avaliou.

Joel Santana terá dois amistosos decisivos em novembro, contra Japão e Jamaica, que pode definir sua permanência no cargo. O treinador reconhece a necessidade de vitória. "Os dois jogos serão complicados, especialmente contra o Japão, que é o mais forte dos dois. Mas preciso vencer e é isso que faremos", apostou o técnico.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolÁfrica do SulJoel Santana

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.