Jerry Lampen/Reuters
Jerry Lampen/Reuters

Joel Santana diz que África do Sul foi melhor que Iraque

Treinador brasileiro lamenta chances desperdiçadas em empate por 0 a 0 na Copa das Confederações

Agencia Estado

14 de junho de 2009 | 15h34

JOHANNESBURGO - Apesar do empate sem gols com o Iraque, na abertura da Copa das Confederações, o técnico da África do Sul, o brasileiro Joel Santana disse neste domingo que a sua seleção foi superior ao adversário "em todos os aspectos" da partida.

Veja também:

linkRetrancados, África do Sul e Iraque empatam sem gols

Copa das Confederações 2009 - tabela Classificação

Copa das Confederações 2009 - lista Calendário

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"Se você analisar com cuidado o jogo, acho que jogamos melhor. Jogamos com muita segurança", avaliou o treinador, que reclamou da retranca do Iraque. "Eles jogaram na retranca e dificultaram o jogo para nós. Mas nós fomos melhor em todos os aspectos".

Joel Santana se mostrou satisfeito com a atuação da África do Sul, mas lamentou o desperdício de boas chances de gol. "Criamos muitas chances de gol, mas não conseguimos marcar".

A melhor oportunidade da seleção anfitriã aconteceu aos 38 minutos do segundo tempo. O atacante Bernard Parker atuou como zagueiro e desviou a bola em cima da linha após cabeceio do próprio companheiro de time, Kagisho Dikgacoi. O goleiro já estava fora da jogada.

"Eu quis cair morto", confessou Parker ao fim do jogo, lamentando o gol incrível que perdeu. A jogada inusitada mereceu até comentários de Bora Milutinovic, técnico do Iraque. "Meu amigo, isso faz parte do jogo. Mas estou muito feliz que isso tenha acontecido hoje", brincou o sérvio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.