Wilton Júnior/AE
Wilton Júnior/AE

Joel Santana é evasivo ao falar sobre futuro no Botafogo

Com contrato até meio, treinador pode deixar o clube para ser comentarista de um canal de televisão na Copa

AE, Agência Estado

19 de abril de 2010 | 19h29

A torcida do Botafogo não imagina o time sem o comando de Joel Santana. Ainda mais depois da conquista do Campeonato Carioca, no domingo, ao superar o Flamengo. Mas um dia após erguer o troféu, o treinador surpreendeu e foi evasivo ao falar sobre sua permanência no clube.

O técnico anunciou que seu contrato termina em maio, embora a diretoria diga que o vínculo vai até o fim do ano. Em breve, as duas partes vão se reunir para definir essa história.

"A Safa [sigla para Federação Sul-Africana de Futebol] me convidou para assistir à Copa, mas não vou. De repente estarei lá de outro jeito. Não posso dizer como, é preciso que as coisas fiquem mais claras", disse Joel, fazendo mistério.

Questionado se daria para conciliar esse novo trabalho (teria recebido proposta para ser comentarista de um canal de televisão no Mundial) com o cargo de técnico do Botafogo, ele respondeu: "Não sei. Ainda vou parar para pensar".

O treinador, no momento, só quer curtir o título com os amigos e a família. Sua imagem no clube está tão valorizada que ele nem se preocupa com a renovação de contrato. "A torcida e a diretoria estão comigo. Se tiver que continuar, vou continuar. Caso contrário, vou descansar e assistir à Copa do Mundo."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.